CONTATOS: (88) 3613.1000 / (88) 9 9615.0901 / (88) 9 9696.7018 - Clique AQUI e saiba mais...
PREÇO IMBATÍVEL! Vende-se CASA NOVA no Renato Parente. Contatos: (88) 9 9821.6636 / 9 9269.8424. Clique AQUI e saiba mais...

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

DERRAMAMENTO DE SANGUE: Assassinatos no Ceará já passam de 3 mil casos em 2016

Passa de três mil o número de homicídios no Ceará neste ano. Faltando pouco mais de um mês para o fim de 2016, o quantitativo de assassinatos no Estado é exato 3.120, incluindo os dados oficiais de janeiro a outubro, e mais os casos ocorridos entre os dias 1º e 22 de novembro. Nesta estatística estão incluídos os Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI), que representam homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte.

Até o dia 31 de outubro último, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS) apresentava em seu site um balanço de 2.789 CVLIs no Estado neste ano, porém, excluindo 46 assassinatos ocorridos em unidades do Sistema Penitenciário e outras 77 mortes decorrentes de intervenção policial, uma manobra do governo para reduzir os números reais da violência.
Mãe chora abraçada ao corpo do filho assassinado, cena trágica, mas que virou rotina no Ceará
Contudo, com a inclusão de tais casos (mortes em presídios e em operações da Polícia), chega-se ao número real de 2.912 assassinatos. Somem-se a estes, mais 208 casos ocorridos em 22 dias deste mês de novembro. A soma total é, portanto, 3.120.

Matança

Destaque nesta triste estatística é o número recorde de servidores do setor da Segurança Pública mortos em 2016 no estado. Já são 31 assassinatos, que tiveram como vítimas 24 policiais militares (PMs), dois policiais civis, dois policiais rodoviários federais, dois agentes penitenciários e um delegado da Polícia Civil.

O número é mais que o dobro do registrado em 2015, quando 15 policiais foram assassinados no Ceará (10 PMs e cinco policiais civis). Somados os dois períodos (2015-2016), o total é de 46 agentes da Segurança mortos em 23 meses incompletos (34 PMs, sete policiais civis, dois agentes penitenciários, dois policiais rodoviários federais e um delegado da Polícia Civil).

Também é destaque nesta estatística o número de mulheres assassinadas. Em 2016, já são 185 vítimas, o que representa uma média mensal de 16 mulheres mortas por mês no Estado, ou uma a cada dois dias.

Números de homicídios no Ceará em 2016:

Janeiro (331)

Fevereiro (306)

Março (329)

Abril (285)

Maio (309)

Junho (257)

Julho (272)

Agosto (299)

Setembro (232)

Outubro (292)

Novembro* (208)

TOTAL = 3.120

Fonte: Jornalista Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More