ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: CLIQUE AQUI E FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Três são detidos por homicídio ordenado por presidiário

Apontado como mandante do crime, "Jacaré" já se encontrava recolhido no sistema prisional e também foi autuado pelo homicídio. Segundo a polícia, os executores do assassinato ainda não foram presos.

A polícia prendeu, nesta quarta-feira (10), três pessoas suspeitas de envolvimento no homicídio de um homem identificado como Paulo Roberto da Silva Sousa (45), conhecido por “Da Porca”, em Maracanaú. Um quarto suspeito, apontado como mandante do crime, já se encontrava recolhido no sistema prisional e também foi autuado pelo homicídio. Segundo a polícia, os executores do assassinato ainda não foram presos. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública do Ceará, “Da Porca” foi morto a tiros no Bairro Alto da Mangueira, na última segunda-feira (8). Ele possuía antecedente criminal por homicídio doloso, no ano de 2010. 

Os três suspeitos foram capturados após denúncia anônima. Um deles, Joabe da Costa Oliveira, de 29 anos, possuía antecedentes criminais por tráfico de drogas e lesão corporal dolosa. Ele foi preso no Bairro Santo Antônio de Pitaguari. 

Ordem veio do presídio

Autor da ordem para executar "Da Porca", conforme informações da polícia, Rafael Pereira da Silva, de 27 anos, vulgo “Jacaré”, já se encontrava preso, respondendo a pelo menos doze procedimentos por três homicídios consumados e dois tentados, três tráficos de drogas, dois roubos, um porte ilegal de arma de fogo e um latrocínio.

Além deles, um casal, Rafaela Pereira da Silva, 26 anos, e Francisco Thiago Pires da Silva, 24 anos, também foram presos. A mulher é irmã de "Jacaré". Segundo a polícia, ela era responsável por recolher o dinheiro do tráfico na região e o companheiro participava da venda e também armazenava armas de fogo. Os dois foram indiciados por integrar organização criminosa.

"Jacaré" e Joabe vão responder por homicídio. Um inquérito foi instaurado na Delegacia Metropolitana de Maracanaú.

(DN)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More