ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: CLIQUE AQUI E FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Polícia Civil prende em Fortaleza suspeito de envolvimento em assaltos a bancos em cinco estados brasileiros

Um homem apontado como envolvido em assaltos a bancos em vários estados brasileiros foi capturado, nesta quinta-feira (13), em 
Fortaleza. A operação para a captura do foragido da Justiça foi montado pela equipe de policiais civis do 9º Distrito (Vicente Pinzón). O suspeito estava escondido em uma residência no bairro Montese.

De acordo com as autoridades, João Ramos Fernandes Neto tem mandados de prisão em aberto nos seguintes estados: Ceará, São Paulo, Pará, Maranhão, Pernambuco e Paraíba.

O acusado estaria morando em Fortaleza utilizando documentos falso para despistar as autoridades e poder, portanto, circular pela cidade. João Ramos tinha mandados de prisão em aberto no Ceará nas comarcas de Fortaleza e Icó (a 375Km da Capital).

Transferido

Ainda ontem, a prisão dele foi comunicada às autoridades policiais e da Justiça dos estados onde ele estava sendo procurado.

Ainda nesta sexta-feira (14), o suspeito deverá ser transferido para a carceragem da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Especializada responsável pela investigação de roubos a bancos no Ceará e onde serão aprofundadas as investigações sobre a presença do bandido neste estado.

Neste ano, ao menos, oito cidades do interior cearense foram atacadas por quadrilhas e seus bancos assaltados. Veja os casos:

01 – (5 DE FEVEREIRO) - Um grupo de cerca de 10 homens explodiu a agência do Bradesco no município de Cariré, região norte do Estado, durante a madrugada. A explosão deixou a parte interna da agência totalmente destruída. A estrutura do prédio também foi atingida pelo impacto do material utilizado pelos suspeitos, que fizeram um “cordão humano” para explodir os caixas eletrônicos do local.

02 – (13 DE FEVEREIRO) - Criminosos explodiram a agência bancária do Banco do Brasil e atacaram uma lotérica no município de Croatá, durante a madrugada. Segundo relatos de moradores, o grupo cercou a cidade e provocou medo à população. O destacamento policial municipal também foi atacado e a fachada do prédio foi atingida por tiros. Por conta do ataque, a agência bancária teve o interior destruído. Já a lotérica teve as portas de vidro quebradas com a ajuda de uma marreta, que foi encontrada no local do crime.

03 – (26 DE FEVEREIRO) – A agência bancária do Bradesco foi explodida por criminosos durante a madrugada, no Município de Tururu, Região Norte do Ceará. De acordo com a Polícia Militar, os suspeitos atiraram contra uma lotérica, uma funerária e um veículo. Durante a fuga o grupo também incendiou um carro. Esta foi a segunda vez que a agência foi alvo de criminosos. Durante a ação, os suspeitos se dividiram por vários pontos da cidade e efetuaram disparos, inclusive, contra o destacamento da Polícia Militar.

4 – (2 DE MARÇO) - A agência da Caixa Econômica Federal foi explodida por criminosos no Município de Tamboril durante a madrugada. Conforme a Polícia Militar, durante a ação, os suspeitos utilizaram caminhões para bloquear as ruas e impedir o acesso da Polícia. Os veículos pertenciam a uma empresa que estava montando um palco para as festas de Carnaval da cidade. Devido ao impacto do artefato explosivo, a agência ficou totalmente destruída. Houve princípio de incêndio no local. Os criminosos também efetuaram nas ruas. Durante a fuga, jogaram grampos na pista para furar os pneus das viaturas e evitar a perseguição.

5 – (28 de MARÇO) – Bandidos atacam a agência do Bradesco da cidade de Tejuçuoca e promovem uma explosão. Moradores relataram também tiros. Criminosos incendiaram veículos na hora da fuga e desapareceram.

6 – (2 DE ABRIL) – Bandidos fortemente armados atacam a cidade de Graça, na Região Norte do estado, disparam tiros contra a sede do Destacamento da Polícia Militar e em seguida, atacaram a agência do Banco do Brasil. Na Guga, incendiaram um veículo

7 – (7 DE MAIO) – Uma quadrilha fortemente armada atacou a cidade de Irauçuba e destruiu com explosão os caixas eletrônicos da agência do Banco do Brasil. Houve disparos contra o Destacamento da PM e, na fuga, um secretário do Município foi levado como refém, mas logo liberado. Grampos foram espalhados na BR-222, furando os pneus de diversos veículos.

8 – (8 de MAIO) – Uma quadrilha assaltou a agência do Bradesco da cidade de Graça, após 35 dias do primeiro ataque contra o Banco do Brasil (dia 2 de abril). Houve explosão dos caixas eletrônicos e ataque simultâneo ao Destacamento policial do Município.

(Blog do Jornalista Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More