ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

terça-feira, 21 de janeiro de 2020

Motorista de aplicativo é encontrado morto após ser agredido na Praia de Iracema

Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estão investigando a morte violenta e misteriosa de mais um motorista de aplicativo. O crime aconteceu na madrugada do último domingo (19), na zona Central de Fortaleza. O corpo de Maivson Victor Furtado Bentemuller foi encontrado com marcas de violência, na Rua Adolfo Caminha, entre os bairros Centro, Praia de Iracema e Moura Brasil, a poucos metros da Avenida Presidente Castello Branco (Leste-Oeste).

De acordo com as primeiras informações colhidas pela Polícia, o motorista havia saído de casa na noite de sábado (18) com o amigo para irem se divertir na Praia de Iracema. No começo da manhã de domingo (19), o corpo foi encontrado por populares próximo a uma lixeira, ao lado de um centro de moda e a poucos metros do hotel Marina Park.

Segundo a Polícia, o homem foi morto provavelmente a facadas e espancamento. O carro dele foi localizado horas depois na Avenida Monsenhor Tabosa, onde ele havia deixado na noite anterior. O veículo estava intacto.

A Polícia recebeu informações de Maivson teria sido agredido por um grupo de pessoas, em um provável caso de “arrastão” na área próxima ao Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e saiu correndo em direção à Rua Adolfo Caminha para fugir dos agressores, caindo morto naquele local. O crime pode se caracterizar como latrocínio (roubo seguido de morte).

Outro caso

A poucos metros do local onde o corpo do motorista de aplicativo foi encontrado, ocorreu outro crime misterioso há duas semanas. O cadáver esquartejado de uma jovem foi deixado em um tambor de lixo na Avenida Leste-Oeste, a poucos metros da Favela Oitão Preto. A Polícia ainda investiga o crime. Há suspeitas de que a morte foi determinada por traficantes de drogas daquela comunidade. Os assassinos ainda tentaram incendiar o cadáver mutilado.

(Blog do Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More