ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Policiais civis não aderem à paralisação, diz sindicato da categoria

"As delegacias estão funcionando normalmente, bem como os serviços de investigação", diz o comunicado.

O Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol-CE), em nota, comunica que não aderiu ao movimento reivindicatório de policiais e bombeiros que, na noite desta terça-feira, 18, dá indícios de que devem paralisar atividades. Agentes de segurança estão neste momento concentrados nos arredores do 18º Batalhão da Polícia Militar (18º BPM), no bairro Antônio Bezerra. Lideranças afirmam que policiais já estão em movimento progressivo pelo Estado no sentido de cessar as atividades. 
Tony Brito: Presidente do Sinpol/CE

"O Sindicato dos Policiais Civis do Estado do Ceará informa que não aderiu ao movimento de paralisação iniciado na noite desta terça-feira, 18, em alguns quartéis do Estado. As delegacias estão funcionando normalmente, bem como os serviços de investigação", diz o comunicado. "Os inspetores, escrivães e auxiliares de perícia, todos integrantes da Polícia Civil, estão de sobreaviso e prontos para garantir a segurança da sociedade cearense", pontua. 

Três policiais militares foram presos em flagrante pelo Batalhão de Choque da Polícia Militar do Ceará (BPChoque) nesta terça-feira durante o ato. Eles secavam pneus de viaturas e usavam balaclavas. São eles "Jardeson Feitosa Tabusa, da Força Tática do BPTur, portando arma da PMCE; Francier Sampaio de Freitas, armado com arma própria, e José Carlos Soares de Morais, ambos do 14o Batalhão (Maracanaú)", diz comunicado da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

(O Povo)

1 comentários:

Parabéns policial civil pela sensatez. O estado do ceará, apensar de não ter dado nos últimos anos aumento aos servidores, tem se esforçado para manter a folha e de pagamento em dias. E isso é muito melhor do que está acontecendo no RJ, MG, e RS. Imagina se o estado perde a capacidade manter a folha de pagamento em dias? A política militar merece receber até mais, contudo, entre o merecer e o poder, deveriam aceitar a proposta do governo do estado, que é o que o estado poder arcar. Lembrem-se, há muitas outras categorias que o estado vai ter que atender, e que ainda não receberam nada. Sejam sensatos, parem com motim.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More