quinta-feira, 19 de março de 2020

Covid-19: OMS retira restrição no uso de ibuprofeno

Órgão voltou atrás em sua decisão após revisar pesquisas sobre o tema.
Nesta quinta-feira (19), a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou a retirada da restrição aos medicamentos que tem o ibuprofeno como base para o tratamento de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. O órgão havia anunciado a restrição na terça-feira (17).

A OMS informou que está “está ciente das preocupações sobre o uso de anti-inflamatórios não esteroidais (isto é, ibuprofeno) para o tratamento da febre em pessoas com Covid-19”, mas explicou que “após uma rápida revisão da literatura [pesquisas], a OMS não está ciente dos dados clínicos ou de base populacional publicados sobre esse tópico”.

A restrição havia sido determinada após um estudo sugerir que pacientes que sofrem de diabetes e hipertensão e que tenham sido tratados com ibuprofeno, apresentavam mais riscos de desenvolver quadros severos da doença. No entanto, hoje a OMS disse não ter “conhecimento de relatos de efeitos negativos do ibuprofeno, além dos efeitos colaterais conhecidos usuais que limitam seu uso em determinadas populações”.

Apesar da revisão feita pela OMS, o Ministério da Saúde continua recomendando que outros medicamentos sejam utilizados contra Covid-19.

Veja os principais remédios com ibuprofeno:

Advil
Alivium
Artril
Buscofem
Dalsy
Motrin

(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More