sábado, 11 de abril de 2020

Detento do Piauí usa celular em live de Marília Mendonça

Um detento Penitenciária Major César de Oliveira, de Altos (42 km de Teresina), de alguma maneira, teve acesso a um telefone celular e assistiu a live da cantora Marília Mendonça. Durante a live, que foi sucesso e bateu recorde no YouTube, o detento pediu que a intérprete mandasse um "Salve para o Pessoal da Major César".

Outro caso aconteceu na Unidade Prisional de Anápolis (GO), onde um detento teve o celular apreendido, já que presos não podem ter telefones, ao também pedir durante o show na quarta-feira (9), que Marília Mendonça desse um "Salve do Presídio do Recanto do Sol Anápolis-GO".

A Administração da Penitenciária Major César de Oliveira informou não saber que um detento da instituição prisional tivesse escrito mensagem nas redes sociais durante a live de Marília Mendonça e prometeu fazer uma revista para encontrar possível uso de telefone celular no presídio, que é de regime semiaberto.

Em nota, a administração da Unidade Prisional Regional (UPR) de Anápolis informou que o aparelho apreendido está à disposição das autoridades competentes para os fins cabíveis.

A cantora Marília Mendonça conseguiu mais de 3,2 milhões de espectadores simultâneos em sua live.

No Twitter, Marília também quebrou recordes. Com uma hora de transmissão, a cantora ficou nos 30 "assuntos do momento" mais comentados na rede social.

(Meio Norte)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More