sábado, 18 de abril de 2020

Sexta sem lei: nove pessoas foram assassinadas na Grande Fortaleza em menos de 24 horas

Nove pessoas foram mortas na Grande Fortaleza nas últimas 24 horas, de acordo com os registros das unidades plantonistas da Polícia Civil e da Polícia Militar. Foram seis casos em Fortaleza, além de dois crimes na Região metropolitana, nos Municípios de Caucaia e Aquiraz. Entre os casos, uma dupla de assaltantes que acabou morta por um policial militar, que reagiu durante uma tentativa de roubo.

O caso ocorreu na manhã desta sexta-feira no bairro Granja Portugal, na zona Sul de Fortaleza, na Área Integrada de Segurança Dois (AIS-2). De acordo com informações colhidas no local do crime, o PM estava de folga e tinha ido ao bairro visitar os pais, quando percebe a chegada de dois criminosos em uma motocicleta. Armados, ele teriam anunciado o assalto e exigido as chaves do carro do militar. Houve reação e troca de tiros. Os dois assaltantes foram baleados e morreram na hora. O PM se apresentou espontaneamente na delegacia do bairro e depôs.

Mais casos

Ainda na madrugada de sexta-feira (17), um ex-presidiário que usava tornozeleira e estava na condição de morador de rua, foi morto, por espancamento, em plena Praça Clóvis Beviláqua, a Praça da Bandeira, no Centro de Fortaleza. A vítima não portava documentos e o corpo foi encaminhado ao necrotério da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel).

Também na manhã de ontem, um homem foi morto, a tiros, na Rua José Holanda Nogueira, no bairro Jandaiguaba, em Caucaia. A vítima do assassinato não foi identificada. De acordo com a Polícia,o homem trafegava em uma motocicleta quando foi atingido com tiros na cabeça.

Na comunidade Alto da Paz, no Grande Bom Jardim, dois homens foram baleados e mortos no começo da noite de sexta-feira. Segundo apurou a Polícia, o duplo homicídio seria decorrente de um “acerto de contas” entre facções da Favela da Mangueira. Os dois bandidos baleados chegaram a ser socorridos para a UPA do Bom Jardim, mas não resistiram. Foram identificados apenas por Valdeci e “Pirambu”. Durante toda a noite, os assassinos e seus comparsas comemoraram as mortes disparando fogos de artifício.

Outros assassinatos

No bairro Colônia, no Grande Pirambu (zona Oeste a Capital), um entregador de alimentos foi morto, a tiros, na Rua Expedito Xavier. A vítima, identificada como Felipe Viana da Cruz, 28 anos, estava na calçada com outros rapazes quando os criminosos apareceram. Todos fugiram, menos Felipe, que acabou sendo executado sumariamente com vários tiros.

Na comunidade de Novo Iguape, no Município de Aquiraz, na RMF, um ex-presidiário identificado apenas por Leonardo, foi assassinado com mais de 10 tiros de pistola. A Polícia suspeita de mais um crime na guerra de facções naquela comunidade.

E o último crime da noite foi registrado na Avenida Valparaíso, no bairro Sítio São João, no Grande Jangurussu, zona Sul de Fortaleza. Um bandido que estaria assaltando pontos comerciais do bairro com um comparsa, acabou sendo morto, a tiros, por integrantes de uma facção criminosa que domina o bairro. O comparsa ficou ferido e foi socorrido pelo Samu.

Fonte: Blog Fernando Ribeiro

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More