quarta-feira, 27 de maio de 2020

Mãe joga bebê em telhado após não conseguir abortar

Uma mulher de 23 anos foi presa, nesta terça-feira (26) após tentar abortar sua filha e, não conseguindo, abandonar a recém-nascida em um telhado para morrer. Adriana Lima da Cunha foi presa por agentes da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), em Manaus, no Amazonas.

A criança, com 37 semanas e quase 2 quilos, foi resgatada com vida pelos bombeiros. Ela está internada em uma Unidade de Terapia Intensiva para ganhar peso e está fora de risco.

A Polícia Civil do Amazonas, após receber denúncias de vizinhos, encontraram Adriana em uma maternidade da cidade. No local, ela tentou fugir ao ver os policiais, mas não conseguiu.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da DEPCA, a mulher chegou a tomar remédios para realizar o aborto, mas acabou por induzir o parto da criança. Adriana teria dito ainda que ficou “assustada” ao ver que estava dando à luz.

– Adriana informou em depoimento que não sabia que estava grávida e que tinha tomado um chá, pois estava sentido dores, no entanto, encontramos outra versão porque ela realmente ingeriu alguma medicação que precipitou o parto com a finalidade do aborto. Ficou constatado que os familiares de Adriana não sabiam da gravidez dela. Adriana alegou que, quando percebeu que estava tendo uma criança, se assustou, pegou a bebê por impulso e acabou jogando a recém-nascida – afirmou a delegada Joyce Coelho.

Adriana foi autuada em flagrante por aborto tentado e homicídio tentado. Ela foi encaminhada a uma maternidade para realizar procedimentos e em seguida foi levada à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde fica à disposição da Justiça.

(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More