quarta-feira, 16 de setembro de 2020

Mulher que matou jovem grávida para roubar o bebê, poderá ser absolvida do crime

Há algumas semanas um caso chocou o Brasil inteiro, isso porque uma jovem chamada Flávia Godinho, que estava grávida havia sumido e logo depois foi encontrada sem vida e seu bebê roubado de sua barriga. A vítima foi encontrada em uma fábrica abandonada na cidade de Canelinha com a barriga aberta e sem vida.

Em defesa da acusada do crime se chama Rosalba Grimm, que também é ré confessa, a defesa disse que quer que seja realizado um exame psiquiátrico para atestar que a assassina não estava em suas plenas faculdades mentais quando matou Flavia.

O pedido foi acatado pelo Juiz responsável pelo processo, Dr. Luiz Fernando Pereira de Oliveira. Segundo o artigo 149 do Código de Processo Penal, “quando houver dúvida sobre a integridade mental do acusado, o juiz ordenará, de ofício ou a requerimento do Ministério Público, do defensor, do curador, do ascendente, descendente, irmão ou cônjuge do acusado, seja este submetido a exame médico-legal”.

(ACGNEWS)

2 comentários:

Isso é Brasil, não me surpreende, justiça brasileira precisa de uma reforma.

Bando de lixo. No Brasil só existe lixo. Deveria ir pra cadeira eletrica, vagabunda.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More