sábado, 19 de setembro de 2020

Presos da Penitenciária Regional de Sobral são separados por facção

Presos da Penitenciária Regional de Sobral são separados por facção
Ordem contraria ao que foi declarado pelo secretário Luís Mauro ao assumir o cargo.

Contrariando as determinações da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), a direção da Penitenciária Industrial Regional de Sobral (PIRS) está separando os presos de acordo com a facção à qual pertence. Os presos que ali chegam são obrigados a assinar uma declaração em revelam a que organização criminosa pertence.

A ordem da direção do Presídio de Sobral vai na contramão ao que foi amplamente divulgado pelo secretário da Administração Penitenciária do Ceará, Luís Mauro Albuquerque quando ele chegou ao Ceará para assumir o cargo à convite do governador do estado, Camilo Santana (PT). Segundo ele, os presos teriam se adequar às novas medidas disciplinares e uma delas era a não separação por facção dentro das cadeias.

A separação, na interpretação de Albuquerque, fazia as cadeias acabarem se transformando em verdadeiros “guetos” de bandidos das facções, onde eles estariam à vontade sabendo que ali só estariam aliados e seus “chefões”, transformando os presídios em redutos de cada uma das facções que atuam no estado e travam uma guerra sangrenta por território.

“Não reconheço”

“Eu não reconheço facção. O Estado não deve reconhecer facção. A lei não reconhece facção”, respondeu Mauro durante cerimônia de posse dos secretários de Estado no Palácio da Abolição. “O preso está sob a tutela do Estado. Quem manda é o Estado”, acrescentou na ocasião.

No entanto, em Sobral, cada preso que ingressa na penitenciária é obrigado a assinar o termo declarando de qual facção pertence para, em seguida, se colocado nas celas ou pavilhões onde estão seus aliados do crime.

Fonte: Portal CN7

13 comentários:

Sobral, eita quanta vergonha.

me lembro no dia q josé serra o cadaver q ainda é senador...deu um chute na bunda do ciro gomes em 2002, queimando a imagem dos ferreiras gomes no brasil. acho q isso ta acontecendo de novo mas agora aqui no ceará. esses ferreiras gomes não sabem nada de comunismo, são laranjas, o PT ta aprontando aqui em sobral.

FORA ISSO, AINDA TEM O ASSÉDIO MORAL QUE A ATUAL DIREÇÃO VEM COMETENDO CONTRA OS SERVIDORES. O SERVIDOR SENTI-SE ACUADO PARA REIVINDICAR OS DIREITOS CONTIDOS NO ESTATUTO.

E A CSD DE LÁ, QUE NÃO TEM CORAGEM DE PEITAR O PRESO? MANDA É O AGENTE.

FORA OS ABUSOS QUE NOVA DIREÇÃO COMETE. NÃO EXISTE CONCURSO PARA DIRETOR E CSD. TODOS SÃO AGENTES.

ESSE PAPO DE NÃO RECONHECER FACÇÃO É UMA FARSA. ESTÃO TODOS DIVIDOS POR FACÇÃO SIMMMMMMM!!!

E OS ASSÉDIOS DA NOVA DIREÇÃO? AMEAÇAM DE REMOVER O SERVIDOR. USAM A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PARA DIZER QUE É POR INTERESSE DA ADMINISTRAÇÃO. DESVIO DE FINALIDADE. ABUSO DE PODER. IMPROBIDADE.

FALTA A CGD ACORDAR E FISCALIZAR A NOVA DIREÇÃO. DIRETOR E CSD UM DIA IRÃO SAIR. O MAURO UM DIA VAI SAIR. E AÍ? O QUE SERÃO DE VCS?

CARA, MAS ISSO NÃO ACONTECE SÓ EM SOBRAL NÃO... EM TODO CANTO É ASSIM! O ESTADO DIZ QUE NÃO RECONHECE FACÇÃO, MAS FAZ ATÉ ACORDO... LEMBRA QUE O GOVERNO DE SAO PAULO FEZ ACORDO COM O PCC ???
E AQUELE PACTO ENTRE AS GANGUES EM 2016 NO CEARÁ FOI O QUE ??? ACORDO ENTRE O ESTADO E AS FACÇÕES... O SECRETARIO É SÓ O FANTOCHE, SEJA ONDE FOR!

quem manda no presídio são os presos... isso todo mundo sabe... secretario, policial e agente faz o que? obedece

Acredito que o importante seja mante-Los presos,independente de ser separados ou não por facções. Todos são conhecedores dessas bestiais facções que veem destruindo a paz de famílias e da sociedade. AGORA É MANTER ELES SEM CONTATO com o mundo externo que se dá através de celulares. Após a chegada do Secretário, vimos que houve mudança significativa e de qualidade nos presídios , os agentes como funcionários do Estado estão sendo cobrados para melhor desenvolver a função de servidor. Parabéns ao secretário e agentes por desempenharem papel tão importante no meio prisional. Organizar uma empresa sem cobrar melhor desempenho dos funcionários, a empresa em si entraria em falência nos primeiros dias de existência. Todo funcionário almeja o mais alto cargo,chegando lá, agiria como o outro destituído. É vicioso o poder!

Kd o Bolsonaro?
Que disse que cadeia não é hotel?
Que no governo dele preso iria penar?

Não é bem assim, eles não mandam. São divididos por facção sim, mas não mandam no presídio

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More