quarta-feira, 4 de novembro de 2020

INTERNAUTA FAZ DENÚNCIA SOBRE O HORÁRIO DE TRABALHO DOS FUNCIONÁRIOS DA EMPRESA GRENDENE SOBRAL

Veja a íntegra da denúncia:
"É em relação a Grendene. Sobre o horário de trabalho de 5:15 às 15:00 hs e de 15:15hs até às 1:15 da madrugada.

É trabalho escravo que além dos funcionários trabalharem demais na semana ainda é obrigado a trabalhar no sábado!

Quem não vai no sábado é chamado na sala... e olha que durante a semana já é pago as horas de sábado, então é folga, ninguém é pra trabalhar no sábado pq o sábado tá pago.

E sem falar que os funcionários estão arriscando a vida nesses horários ...correndo risco tanto de ser morto e de ser assaltado, como muitos já foram assaltados e levados seus celulares e motos.

Acho que a segurança do trabalho deveria ver isso pq ela é responsável pelo o percurso dos funcionários. Esse horário estão colocando a vida dos funcionários em risco."

24 comentários:

Infelizmente falta fiscalização por parte do ministério do trabalho, e o próprio Sindicato dos Calçadistas, se dizem tão forte e competente e esta deixando isso acontecer.

Ee eu já trabalhei lá e é verdade isso mesmo mais o q me Véio a entender é que o ministério do trabalho saber disso e é de acordo com o que a Gredene decide po isso não tem jeito ó o trabalhador se quiser aguentar ou saí ela faz o que quiser em sobral poque não tem outras indústrias para competir com ela

Bem vindos a nova ordem mundial!

infelizmente ministério do trabalho não existe mais , o presidente acabou , nós estamos nas mãos de Deus , acabou nossos direitos do trabalhador , até a carteira de trabalho acabou , voltamos ao trabalho escravo , só trabalhando pra enriquecer os empresarios...

Cadê o ministério do trabalho!!!

Sindicato dos calçadistas é pelego!

Falta de fiscalização. Ameaças e piadas pois eles dizem que não demitiram ninguém na pandemia. Falacia pois ela entrou no programa do governo federal. Agora fica explorando o horário. Pra voltar a funcionar a Direção teve que falar até com o governador.pois o prrfeito não deixava. Agora tão lucrando com a produção alta. E o funcionário que se vire. Pois 1 não quer tem 1000 querendo entrar..

Sabe qual diferença entre presidio industrial regional de Sobral e o presidio industrial gaudene ,o primeiro é que voçê passa o dia todinho comendo,domindo, chocando os ovos do jacaré e coçando o saco e segundo é voçê passa o dia todo preso no meio da sola ,cola e de monte de engrenagem quente e fedorenta para enricar o vagabunda do patrão que nem sabe que voçê existe

É verdade tudo isso que está acontecendo, e mais, se o governo pagou 70% do salário na pandemia então porque que tem que pagar banco de horas? Se o governo já pagou no período que os trabalhadores estavam em casa. E eles não querem que nenhum funcionário fale nada do ocorrido pois poderiam ser demitidos, o horário de almoço é horrível é foi reduzido, é só engolir é voltar para o setor. Precisa de uma fiscalização melhor para todos. Os quilos de alimento da cesta básica foi diminuído é ninguém faz nada sobre isso.

Sindicato só serve pra enriquecer alguns.

É uma falta de respeito que a empresa está fazendo com o seu funcionário.

Eles colocam pra trabalhar até 12 da noite depois até 12:40 depois até 1:10 e assim vai

Eu tinha uma grande admiração por essa industria, mesmo sem nunca ter trabalho nela. Mas isso é uma vergonha! Triste! Injustiça! E pelo visto ninguem pode fazer nada.

Verdade está acontecendo mesmo faz tempo!

Grendene grande aliada do prefeito de vocês. Onde vão fiscalizar!? kkkk

Eu sou ex funcionario nao faço em pem de voltar a trabalhar la, depois desta escravidão, trabalhar todos querem dinheiro todos querem mas escravidão não; ne?!
Querer entrar todos querem mas aguentar uma dureza dessa nenhum aguenta!

É verdade mesmo tudo que está acontecendo, tem parentes meus que entraram nesta turma nova nao estão aguentando a carga horário e o trabalho exaustivo sem folgas de segunda há sábado. Tendo várias dores nas costas e no ombro. Precisam melhorar para todos (as).

Povo reclama demais...quando estavao em casa..queria trabalhar de qualquer jeito...agora fica falando..vai entende esse povo..nao sabe o que querem..

Na minha opinião quem reclama devia sair, na Grendene nunca teve moleza não, pega o beco quem quer moleza

Se tem trabalho reclamam, se não tem reclamam!
Comprem motos e vão "empreender".

O Sindicato da Grendene tá nem ai para o trabalhador e sim para a empresa, e tudo isso aí já é a consequência da administração do presidente Jair Bolsonaro, tirando todos os direitos dos trabalhadores, quer que o trabalhador seja escravo para enriquecer cada vez mas o patrão. Enquanto tiver a direita, e daí pra pior.

Os últimos três presidentes do sindicato tem cada um em média, 50 a 60 imóveis na cidade. De onde tiraram dinheiro para construir tantas casas? O ministério do trabalho é conivente, pois não fiscaliza nada, nem as obras de construção feitas por eles. O sindicato defende o patrão, e, não os empregados.

A empresa abriu vagas ate para ex funcionários se esta tão ruin assim pq voltaram? ta ruim pede demissão e vao ser feliz em outro lugar. É só entregar o cracha ao supervisor de vcs q resolve o problema...

Infelizmente é isso, serviço em fábricas e indústrias ,qualquer quer seja a produção em uma fábrica o tempo tem que ser aproveitado e os trabalhadores produzirem com afinco. Vc trabalhando terá seu salário todo mês, pode fazer um curso técnico na sua hora vaga e se preparar para concorrer outro emprego noutra instituição e sair da "escravidao". Não adianta ficar só reclamando ou aguentando sem agir. E acredite, muitas pessoas que passaram pela Grendene, saíram ,pediram demissão, hoje dariam tudo por uma vaga,para voltar a trabalhar na instituição que emprega muitos pais de famílias. Aproveitem que estão trabalhando e estudem. Sobral é uma cidade que tem muitas instituições que oferece cursos profissionalizantes.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More