quinta-feira, 10 de dezembro de 2020

Porta-voz da PM exonerada no RJ assume comando de batalhão

Tenente-coronel Gabriela Dantas agora ficará responsável pelo 23° Batalhão de Polícia Militar.
Após ser exonerada na quarta-feira (9) pelo governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, do comando da Coordenadoria de Comunicação Social da Polícia Militar (PM), a tenente-coronel Gabryela Dantas assumirá agora o comando do 23° Batalhão de Polícia Militar (BPM), responsável pela região do Leblon, na Zona Sul da capital fluminense.

Em publicação feita no Twitter ainda na quarta, o governador em exercício afirmou que confia no trabalho dos policiais que têm a missão de, segundo ele, “servir e proteger”, mas alegou que “com a liberdade de imprensa não se brinca”. A saída foi determinada pelo gestor por conta da publicação de um vídeo em que Gabriela fazia uma defesa da corporação.

– Todos os dias somos questionados e muitas vezes vítimas de acusações. Ainda assim, defendo o diálogo com a imprensa. O debate de ideias é importante, mas é preciso preservar e respeitar ambos os lados – escreveu.

Com a saída da tenente-coronel Dantas, quem assume a Coordenadoria de Comunicação Social da PM é o major Ivan Souza Blaz Júnior.

O CASO

Na manhã de terça-feira (8), os jornais Extra e O Globo publicaram uma reportagem com o título “Consumo de munição explodiu no batalhão de PMs investigados pelo homicídio de meninas em Duque de Caxias”. No texto, as publicações alegavam que o chamado de Mapa de Munição apontava um forte crescimento no número de projéteis utilizados.

Em resposta, a então porta-voz da Secretaria de Polícia Militar, tenente-coronel Gabryela Dantas, afirmou que a corporação foi surpreendida “com uma matéria mentirosa”, que, “de forma maldosa, dava a entender que houve aumento de consumo de munição por um batalhão da PM”. A agente ainda disse que o aumento não foi significante.

(Pleno News)

2 comentários:

Se a máscara (mulher da foto) for do tipo que usa uma "válvula de escape", ela coloca a saúde (e até mesmo a vida) das pessoas ao redor em risco.

A "válvula de escape" referida é um filtro.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More