SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sábado, 27 de março de 2021

Açude Acaraú Mirim, em Massapê, sangrou nesta sexta-feira

O açude Acaraú Mirim na localidade de Ipaguaçu Mirim, Massapê foi o segundo da Bacia do Acaraú a sangrar em 2021. O primeiro foi o açude São Vicente, no município de Santana do Acaraú .

O Açude Acaraú Mirim, da localidade de Ipaguaçu Mirim, Massapê, sangrou na madrugada desta sexta-feira (26), por volta das 4h, e, às 7h já sangrava com uma lâmina de 5 centímetro, segundo informou José Evilásio Farias, secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente de Massapê.

O açude é do tipo barragem de terra homogênea, teve sua constução iniciada em 1901 e concluída em 1907 e com capacidade para 52 milhões de metro cúbicos. Mas segundo informou o secretário sua capacidade hoje foi reduzida para 38 milhões de metros cúbicos devido à erosão dos rios que desembocam e vai aterrando o reservatório.

A última sangria do Acaraú Mirim foi em favereiro de 2020, no dia 16 e chegou a uma lâmina de 1,35m de sangria. O principal reservatório de Massapê não foi o único da Bacia Acaraú a sangrar, na noite de quinta-feira (25), açude São Vicente no município de Santana do Acaraú também sangrou sendo o primeiro da bacia a ultrapassar sua capacidade máxima.

Evilásio Farias disse para o Portal Paraíso que o reservatório depois da sangria de 2020, teve uma perda de 1,72m. “Sabemos que o Acaraú Mirim abastece Massapê, Mumbaba, Tapera e Remédio, mas a perda maior é com a evaporação. Para os moradores do município de Massapê é muito importante a sangria do nosso reservatório, pois alavanca o turismo beneficiando economicamente a região e, o outro benefício é que a água vai sendo renovada a cada sangria”. Finaliza Evilásio Farias.

(Portal Paraíso/Edwalcyr Santos)

1 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More