SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sábado, 12 de junho de 2021

CRM do Rio levou três meses para suspender registro médico de "Dr. Jairinho"

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) levou três meses para finalmente suspender, ainda assim temporariamente, o registro para exercício da medicina do vereador Jairo Souza Santos Júnior, o “Dr. Jairinho”.

Jairinho é alvo de uma sindicância no conselho, sendo investigado por omissão de socorro ao menino Henry Borel, de 4 anos, que foi assassinado há mais de três meses, em 8 de março.

O crime tem como suspeitos a mãe da criança, Monique Medeiros da Costa e Silva e o padrasto, Jairinho.

De acordo com a Cremerj, Jairinho infringiu o Código de Ética Médica por “causar dano ao paciente por ação ou omissão, por imprudência, imperícia ou negligência”, segundo traz o texto-base que rege os princípios da profissão.

O processo é analisado pela Cremerj sob sigilo e, dentre as sanções cabíveis à condenação, Jairinho pode ter o registro cassado ou em ação mais branda, ser advertido pelo conselho. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More