SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quarta-feira, 30 de junho de 2021

Polícia Civil prende suspeito de integrar grupo criminoso responsável por diversos homicídios

Com o intuito de desarticular um grupo criminoso com atuação no município de Caucaia – Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Estado – uma investigação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) culminou na captura de um homem apontado como responsável por diversos homicídios ocorridos no município. A prisão do suspeito, conhecido como “Adriano Macaco”, aconteceu nessa segunda-feira (28), por força de mandado de prisão preventiva. A ofensiva contou com o apoio da Polícia Militar do Ceará (PMCE).

Os detalhes do trabalho investigativo desencadeado pelo 18º Distrito Policial (DP), com auxílio da Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC), foram repassados em coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (29), na sede da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em Fortaleza.

As investigações sobre o envolvimento de Adriano em crimes no município de Caucaia foram iniciadas logo após as mortes de dois homens ocorridas em junho e setembro de 2019. As duas vítimas foram mortas a tiros no bairro Marechal Rondon. Ainda de acordo com as apurações, o homem é suspeito de integrar um coletivo criminoso, no qual Jamilo da Silva Pereira (27), preso em abril deste ano pela PCCE, era apontado como chefe. A Polícia Civil tem indícios que apontam Adriano como o principal executor das mortes no município.

Levantamentos policiais demonstram que os suspeitos são investigados em mais de dez homicídios ocorridos na região. Alvo das delegacias Metropolitana e do 18º Distrito Policial, Adriano também é investigado em mais quatro mortes e uma tentativa de homicídio ocorridas em 2020, além de ser suspeito de participação em mais três mortes registradas em março deste ano, nos bairros Marechal Rondon e Parque Albano. A motivação dos crimes seria a disputa entre integrantes de grupos criminosos que atuam em Caucaia.

Prisão

Adriano Pereira Miguel (26), que já possuia antecedentes por homicídio doloso, por integrar organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo, foi preso, na tarde dessa segunda (28), no bairro Marechal Rondon. Contra ele, havia dois mandados de prisão preventiva referentes aos crimes de integrar organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo. As ordens judiciais foram cumpridas por equipes da Companhia de Policiamento com Cães (CPCães) do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque) da PMCE.

Após ser localizado, Adriano foi conduzido para a sede da DMC, onde foi ouvido. Durante as oitivas, o homem confessou a participação em pelo menos quatro homicídios consumados e três homicídios tentados na região. Com a prisão de “Adriano Macaco”, a PCCE desarticulou todo o grupo criminoso que atuava nos bairros Marechal Rondon e Jurema. A Polícia Civil mantém as investigações no intuito de identificar a autoria das outras mortes, bem como descobrir se Adriano tem envolvimento direto ou indireto nos delitos.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101-0181, que é o número de Whatsapp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As denúncias também podem ser encaminhadas para o telefone (85) 3101-3360, da Delegacia Metropolitana de Caucaia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More