SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

terça-feira, 13 de julho de 2021

Suspeito de comandar homicídios e ações criminosas contra bens públicos é preso pela Polícia Civil

Chefe de uma organização criminosa e responsável pela distribuição de armas de fogo na Capital, além de ser investigado por envolvimento em homicídios, por tentar contra a vida de policiais civis e por ações contra torres de energia. Todos esses casos estão atribuídos a um homem de 23 anos, que foi preso preventivamente pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), na última sexta-feira (9), no bairro Cajazeiras – Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7) de Fortaleza. A captura, mediante cumprimento de mandado de prisão, só foi divulgada nesta segunda-feira (12), para não comprometer os trabalhos investigativos.

Paolo Geraldo da Rocha Nunes de Araújo (23), que também é conhecido como “Maluquinho”, com antecedentes criminais por tentativa de homicídio, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, é apontando, segundo levantamentos investigativos, como o homem responsável por participar e ordenar ataques contra torres de energias, em 2019. Além disso, “Maluquinho” é suspeito de participar de uma tentativa de homicídio contra um desafeto que se encontrava preso na unidade do 10° Distrito Policial (DP), no bairro Antônio Bezerra, no ano de 2017.

Na época do crime, ele e outros suspeitos chegaram à unidade distrital e dispararam diversas vezes na entrada da delegacia. Na ocasião, houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. Deste então, a Polícia Civil iniciou uma investigação ininterrupta para identificar todos os partícipes e chegou ao nome do suspeito. Ainda segundo o que foi investigado, “Maluquinho”, que exerce função hierárquica em um coletivo criminoso com atuação no bairro Antônio Bezerra, seria responsável também por distribuir armamento em bairros da Capital.

Com isso, as autoridades policiais representaram pela prisão preventiva pelos crimes de tentativa de homicídio e por integrar organização criminosa, que foi deferida pelo Poder Judiciário. Com a decisão em mãos, na última sexta-feira, os policiais civis prenderam “Maluquinho”. Ele foi conduzido ao Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), especializada que estava à frente das investigações. As apurações acerca da conduta do suspeito seguem em andamento.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o (85) 3101-0181, que é o número de Whatsapp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.
As denúncias também podem ser encaminhadas para o telefone (85) 3257-4807, do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que também é o número do WhatsApp da unidade policial. O sigilo e o anonimato são garantidos.

(Polícia Civil/CE)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More