SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Dois suspeitos de matar sargento da Polícia Militar em Russas são presos

Dois homens foram presos neste domingo (8) por suspeita de participação no assassinato de Carlos Eduardo Santiago Ribeiro, 2º sargento da Polícia Militar do Ceará (PMCE). O policial foi morto nesse sábado (7) no município de Russas, no interior do Ceará, ao pedir para três pessoas baixarem o som de um veículo.

Laércio Ícaro de Sousa Negreiros, 21, estava escondido no distrito de Flores e foi capturado pela PMCE neste domingo. Ele tem antecedentes por posse irregular de arma de fogo e uso de drogas.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o segundo suspeito, Marcos Aurélio Assis de Sousa Júnior, 25, apresentou-se espontaneamente à Delegacia Regional de Russas. O homem chegou à unidade na presença de um advogado.

Marcos Aurélio possui passagens na polícia por adulteração de sinal identificador de veículo automotor e direção de veículo sem habilitação. Conforme a SSPDS, mais informações sobre o caso serão divulgadas em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (9).

NOTAS DE PESAR

Segundo a SSPDS, o policial militar foi até os suspeitos e pediu que eles desligassem o som. "Os homens se retiraram do local. Minutos depois, dois homens em uma motocicleta chegaram ao estabelecimento, onde um deles efetuou disparos de arma de fogo contra o profissional de segurança", disse a pasta em nota.

A Secretaria e a PMCE divulgaram notas lamentando a morte do sargento. De acordo com a SSPDS, a família do policial está sendo acompanhada pela Coordenadoria de Saúde e Assistência Social e Religiosa (CSASR) da Polícia Militar.

"O PM ingressou na Corporação em 04 de agosto de 2003 e desempenhou seu trabalho com muita dedicação e profissionalismo em prol da segurança do povo cearense. Atualmente, o policial estava lotado na 3ª Companhia do 9º Batalhão Policial Militar. O Comando da Corporação se solidariza com a dor dos familiares e amigos, ao tempo em que coloca o aparato da Instituição à disposição", destacou a Polícia Militar.

(Diário do Nordeste)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More