ANUNCIE AQUI NO SOBRAL 24 HORAS E EM NOSSAS REDES SOCIAIS

segunda-feira, 11 de julho de 2022

Ivo Gomes x Diocese de Sobral: porquê? Entenda os motivos do confronto que envolve a Santa Casa

O conflito entre Ivo Gomes, prefeito de Sobral e o Dom José Vasconcelos, bispo diocesano, sobre a administração do complexo Santa Casa de Misericórdia, está longe de acabar.

Recentemente, o maior hospital filantrópico do Ceará esteve no centro de uma polêmica, ameaçando paralisar os seus atendimentos diante do déficit financeiro que não cobre os procedimentos e insumos para trabalho, situação essa que foi contornada com a ajuda do Governo do Estado.

Essa novela de troca de farpas entre Prefeitura e Igreja Católica iniciou ainda no primeiro ano de mandato de Ivo, em 2017 e se intensificando mais nos dois últimos anos.

Atualmente, a Santa Casa de Sobral é responsável pelo atendimento de pacientes da princesa do Norte e mais 55 municípios, uma população de aproximadamente 1,9 milhão de pessoas.


DEZEMBRO DE 2017

O prefeito chamou de “chororô” as reclamações da direção da Santa Casa sobre a falta de recursos, complementando que era “falta de disposição de colocar uma gestão competente e profissional”. O FG ainda ironizou e disse que lá “é mais mistério que milagre”.

Os ataques não ficaram sem resposta. O bispo divulgou uma carta e confirmou que sim, era “milagre, porque para realizar o que realiza com a falta de compromisso nos repasses pelas autoridades constituídas, só sendo um milagre”.


NOVEMBRO DE 2020
Na reta final das eleições e candidato à reeleição, negou que tenha atrasado pagamento ao hospital e questionou “Pq faria isso faltando 9 dias?”. Prosseguiu apontando que “o objetivo da nota, em conluio com meu adversário, é uma tentativa desesperada de tumultuar a eleição e me desgastar com a finalidade de continuar praticando essas irregularidades”.


DEZEMBRO DE 2020
Em entrevista à rádio Tupinambá, Ivo abriu guerra contra o diretor Klebson Carvalho, a quem chamou de canalha e picareta: “ou o bispo intervém e bota ele pra fora ou quem faz a intervenção sou eu. Comete crimes diariamente, com a venda de vagas na fila de cirurgia”. Apontou também que Vasconcelos, como provedor, “sabe de tudo e não toma providência” e “não há nenhum santo ali, exceto as freiras”.


FEVEREIRO DE 2021
O deputado federal Capitão Wagner fez denúncia, em live, de um suposto esquema da Prefeitura de Sobral na Santa Casa de Misericórdia. Segundo o parlamentar, desde 2012 a irregularidade acontece: cadastro de leitos fantasmas para atender pessoas (isso significa receber mais dinheiro federal sem utilizar para o devido fim, pois os leitos não existem).


MARÇO DE 2021
Ivo foi às suas redes sociais criticar o deputado federal, a quem chamou de marginal. “Ninguém, eu disse ninguém, pega na minha munheca. Quem está atrás disso está prestando um grande desserviço à população de Sobral. É um dinheiro que iria sair dos cofres públicos. Do dinheiro das contas públicas. Não da minha conta pessoal”, afirmou.


Para o FG, a SCMS está retaliando o suposto controle rigoroso que ele tem feito nas verbas repassadas para o hospital. “O Hospital do Coração foi construído e é mantido pelo SUS, para atender a população e não para fazer cirurgia plástica e cobrar. Eles não querem largar o osso da cobrança de serviços ao povo de Sobral”, dispara. “Organizador disso tudo, em conluio com o há de pior na política cearense”.


JUNHO DE 2022
Em nota, a Santa Casa comunicou a paralisação das suas atividades para 06 de julho, devido fim do contrato com a Prefeitura e a defasagem da tabela do SUS para cobrir os custos de procedimentos. Alegaram que no primeiro quadrimestre deste ano, deixaram de receber R$ 2,9 milhões referentes aos atendimentos e que há um prejuízo mensal imposto pelo Poder Público de R$ 2,5 milhões.

Horas depois, a Prefeitura emitiu um novo texto, retrucando que todos os pagamentos feitos estão em dia e cita que "exames como ultrassonografias, colonoscopias, mamografias e muitas outras cirurgias eletivas há meses não são realizadas". A secretária de saúde, Regina Carvalho, cobrou que o recurso seja aplicado com mais transparência, honestidade e competência.

Fonte: Portal A Voz de Santa Quitéria

3 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More