sábado, 17 de setembro de 2022

Agredida enquanto lavava calçada, faxineira passa por exame de corpo de delito

Câmeras de segurança de um prédio em bairro nobre de Belo Horizonte, em Minas Gerais, registraram o momento em que um homem agride uma faxineira de 50 anos que lavava a calçada. Ele se aproxima da mulher, gesticula apontando para a água e, em seguida, puxa a mangueira com violência e começa a molhar a funcionária.
O caso aconteceu na manhã desta sexta-feira, 16.

Com a brutalidade, ela se desequilibra, cai no chão e se machuca. “Ele tomou a mangueira e já foi jogando no meu rosto, me sufocando, e eu sem poder gritar. O porteiro perguntou por que eu não gritei, mas não tinha como”, disse ela.

O agressor, que passava pela calçada acompanhado de um cachorro enquanto a mulher fazia a limpeza do local, teria reclamado do desperdício de água. A vítima, Lenirge Alves de Lima, trabalha como faxineira no edifício Griffe há 17 anos.

A zeladora teve escoriações no joelho e passou por exame de corpo de delito ainda na sexta-feira. Além dos ferimentos, ela também se encontra bastante abalada. “Eu estou em estado de choque. Ele não pode ficar solto agredindo as pessoas”, disse ao G1.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informou, em nota, que a faxineira registrou boletim de ocorrência por "agressão/vias de fato", um tipo de contravenção penal cuja investigação depende de representação criminal.

“A PCMG orienta que a vítima compareça à Delegacia Adida ao Juizado Especial Criminal para propor a devida representação e para que as medidas legais cabíveis sejam adotadas”, completa. Até o fechamento desta matéria, a identidade do agressor não havia sido divulgada pela polícia.

A rede Magrass Franchising confirmou que o homem que aparece no vídeo agredindo a faxineira é um franqueado da empresa e repudiou, por meio de nota, a agressão sofrida em Belo Horizonte.

Em nota publicada no Instagram, a rede diz que medidas cabíveis estão sendo adotadas em relação ao franqueado e afirma repudiar qualquer atitude de violência física ou psicológica contra as mulheres. No entanto, a identidade dele não foi informada pela empresa.

Com informações do portal G1
O Povo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More