domingo, 28 de abril de 2013

A capacidade sexual é afetada após uma vasectomia?



Trata-se de uma pequena cirurgia feita no homem, que corta e amarra seus canais deferentes. Dessa forma, os espermatozóides produzidos não são expelidos durante a ejaculação, evitando a gravidez. 

Importante:

· A esterilização cirúrgica masculina exige indicação médica e só pode ser realizada em homens com mais de 25 anos ou naqueles que já tiveram dois filhos e que já passaram por grupos educativos, pelo menos 60 dias antes de demonstrar desejo de se operar, para conhecer os outros métodos contraceptivos, pois ela é irreversível e não pode ser desfeita.

· Ela está regulamentada pela Lei 9.263, de 1996, art. 226 da Constituição Federal.

· Os canais deferentes são tubos finos que saem dos testículos, que ficam dentre do saco escrotal, assim, o corte é feito no saco, não sendo necessária nenhuma operação mais profunda no resto do corpo.

· Através deste método o homem deixa de ser fértil devido a ausência de espermatozóides no sêmen. Eles continuam a ser produzidos porém, são reabsorvidos pelo organismo.

· O homem não perde a ereção, nem a ejaculação e nem a capacidade sexual é afetada.

· Após a cirurgia é necessáio dois dias de repouso e uso de camisinha nas primeiras relações sexuais, para que os espermatozóides, que já tenham passado pelos canais deferentes, sejam expelidos.

· É importante que o homem faça espermograma (contagem de espermatozóides no sêmen) após a cirurgia para ter certeza que não há mais espermatozóides. Dessa forma, sua eficácia é de 100% contra a gravidez.

· A tentativa de religar os canais para reverter a esterilização quase sempre tem poucas chances de sucesso.

· É necessário procurar ajuda médica caso ocorra febre, sangramento, dor forte ou edema (inchaço) após a cirurgia.

Como utilizar:

· Procurar um serviço de saúde ou profissional solicitando a inclusão nos processos previstos por lei para a sua realização.

VANTAGENS:

· Este método não altera o desempenho sexual.

·Favorece a participação do homem na contracepção.

· A cirurgia é simples, com anestesia local e pode ser realizada em consultório não havendo necessidade de internação.

·Não há mais necessidade de uso de outros métodos contraceptivos.

DESVANTAGENS:

· Por ser uma cirurgia, necessita de exames pré operatórios.

· A cirurgia é de difícil reversão por isso deve ser uma escolha bem pensada.

· Há muitos casais que se arrependem ou homens que casam com novas parceiras que desejariam ter filhos.

· É necessário o uso de outro método contra a gravidez nas próximas ejaculações após a cirurgia.

· Este método não protege contra as DST, inclusive a AIDS.



Via  O Controle da Mente - fonte: www.redece.org

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More