ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: CLIQUE AQUI E FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019

Tropa surpreendida: Comando-Geral da PM transfere do Batalhão de Choque 14 policiais militares sem dar explicações

A manhã chuvosa desta quinta-feira (21) em Fortaleza, com muitos raios e trovoadas, também foi sombria no quartel que abriga a tropa de elite da Polícia Militar do Estado do Ceará, no Centro da Capital: O Batalhão de Policiamento de Choque (BPChoque). O motivo do desânimo e revolta dos “caveiras” foi a transferência repentina e inexplicável de parte do seu efetivo.

Na noite desta quarta-feira (20), uma notícia pegou de surpresa os homens do BPChoque. Nove sargentos e cinco cabos daquela unidade especializada foram transferidos para outros batalhões e companhias da PM, deixando a tropa de elite e indo para contingente “comum”.

Os motivos das transferências repentinas não foram explicados, o que deixou um sentimento de revolta e inconformismo na tropa, já que os 14 PMs “movimentados” são policiais especializados e estavam lotados na Segunda Companhia do Batalhão, a de Controle de Distúrbios Civis, a CDC, uma tropa treinada para o enfrentamento de situações de alto risco, como confrontos de torcidas, rebeliões e motins em unidades penitenciárias, manifestações violentas e vandalismo generalizado. São homens treinados em gerenciamento de crise, adestrados em rapel, manuseio de armas menos-letais, e de altíssimo treinamento.

Os 14 “caveiras” foram transferidos através de uma determinação do coronel comandante-geral da PM, coronel Alexandre Ávila, por meio da nota número 0235/2019-GC, publicada no Boletim do Comando Geral (BCG) desta quarta-feira (20), mas datado de 14 de fevereiro, isto é, quinta-feira da semana passada.

Sem explicações, os 14 policiais vão deixar hoje as dependências do Quartel do BPM após prestarem uma larga lista de serviços relevantes à unidade de elite da Corporação e à sociedade.

(Blog Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More