ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

terça-feira, 19 de março de 2019

Governo precisa dar exemplo cortando privilégios na própria carne em Nova Previdência, afirma Moses Rodrigues

Em reunião realizada hoje 19, o deputado federal Moses Rodrigues (MDB/CE) afirmou ser contra o texto da Reforma Previdenciária nos moldes proposto e que o Congresso Nacional precisa ser honesto com a sociedade brasileira cortando os privilégios de aposentadoria na própria carne. De acordo com o parlamentar, a Reforma da Previdência precisa começar revendo os privilégios do Legislativo, Judiciário e Executivo. A afirmação foi feita em reunião da bancada do partido, que contou com a participação do secretário da Previdência e Trabalho, Rogério Marinho. 

Na ocasião, o deputado garantiu que uma Nova Previdência é de extrema importância para o avanço econômico do país, mas que precisa ser vista com muita responsabilidade. “Que a gente possa mostrar para a sociedade brasileira a responsabilidade do Congresso Nacional. Assim teremos um respaldo e uma possibilidade muito maior de aprovar a Reforma da Previdência. Precisamos ser honestos com a sociedade brasileira, pois mexer na aposentadoria é mexer com o sonho das pessoas”, alertou.

Para o congressista, se não houver cuidado e respeito com os brasileiros, o Governo sentirá um grande impacto para não aprovação da Reforma. “É necessário chegar a um consenso com a responsabilidade de salvar o país, mas apresentar uma proposta justa para a sociedade brasileira, sobretudo avaliando na Comissão de Constituição e Justiça, na Comissão Especial e também no Plenário pontos como a manutenção da aposentadoria rural, BPC e dos professores como está. Além dos militares e servidores públicos federais contribuírem com as mudanças para que possamos avançar e conseguir equilibrar melhor na balança traçando uma boa estratégia de votação”, defendeu.

1 comentários:

Moses populista, assim como o Ciro, todos sabem que a reforma é necessária e a reforma atual já corta privilégios do legislativo. Moses, só porque o Ciro disse ser contra, vc não precisa dizer a mesma coisa. Em vez disso, tente convencer seus eleitores mostrando que se a reforma não for aprovada, todo o Brasil perderá.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More