quarta-feira, 24 de julho de 2019

Bolsonaro diz que ama o Nordeste e tem sangue “cabra da peste” na família

Na inauguração de aeroporto, presidente disse ainda que "somos todos paraíba".

O presidente Jair Bolsonaro participou nesta terça-feira (23) da inauguração de Aeroporto Glauber Rocha, no interior da Bahia. Na ocasião, o chefe do Planalto disse amar o Nordeste e que no seu governo não há divisão de região. “Não estamos no Nordeste, estamos no Brasil”, disse. Acrescentou ainda ter “sangue cabra da peste” na família. 
Presidente Jair Bolsonaro com chapéu de cangaceiro em inauguração de aeroporto na Bahia. Foto: Alan Santos/PR

Na segunda visita ao Nordeste desde a posse, o presidente negou que tenha usado o termo “paraíba” para criticar nordestinos e disse que as críticas foram direcionadas a dois governadores: Flávio Dino (PC do B), do Maranhão, e João Azevedo (PSB), da Paraíba. 

Bolsonaro foi recebido pelos prefeitos de Vitória da Conquista e de Salvador, Herzem Gusmão (MDB) e Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM). Ao discursar na cerimônia de inauguração, ele disse que “somos todos paraíba”. 

A obra custou R$ 105,8 milhões, sendo que R$ 74,6 milhões foram pagos pela União através de dois convênios. Os recursos destinados pelas gestões de Dilma Rousseff (PT) e de Michel Temer (MDB). 

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), cancelou sua participação na segunda-feira (22) e acusou o governo federal de tornar a cerimônia uma “convenção político-partidária”. Bolsonaro lamentou a ausência do governador. “Lamento muito o governador não estar aqui, afinal de contas ele estaria ao lado do seu povo. Não queremos dividir partidos. Não aceitaremos, evidentemente, querer impor a nós o socialismo ou o comunismo”, afirmou o presidente.

(CN7)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More