ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON OU LIGUE (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

terça-feira, 15 de outubro de 2019

Presidente do PSL é alvo da Polícia Federal

O presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar, é alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça-feira em Pernambuco. Em endereços ligados a Bivar, dentre eles sua residência e uma gráfica usada na campanha de 2018, os agentes buscam informações e documentos. A suspeita é de que o partido teria fraudado aplicação de recursos destinados às candidaturas femininas, como ficou conhecido o caso das candidaturas laranjas.

O inquérito policial foi instaurado por requisição do Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco (TRE-PE). Foram expedidos nove mandados de busca e apreensão, todos nesse Estado. A operação, nomeada de Guinhol —que faz referência a um marionete— investiga a prática de crimes eleitorais e também de organização criminosa.

O esquema das candidaturas laranjas foi revelado em uma reportagem do jornal Folha de S. Paulo em fevereiro, que apontou que o PSL havia lançado candidatas mulheres apenas para cumprir a cota de 30% de candidaturas femininas e receber assim 400.000 reais de verba eleitoral que seriam desviadas a outras candidaturas. Por isso, endereços de três candidatas, Maria de Lourdes Paixão, Érika Santos e Mariana Nunes, também são alvos de buscas nesta terça-feira, de acordo com a Folha.

As buscas contra Bivar se dão em meio à crise vivida entre o presidente da república e o seu partido. Bolsonaro solicitou a quebra de sigilo do partido alegando busca por transparência, por outro lado, a cúpula do PSL ameaça expulsar os Deputados fiéis ao Bolsonarismo.

Com informações do El País e Folha

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More