ATENÇÃO! NÃO PERCA SEU VEÍCULO PARA A BANDIDAGEM!

ADQUIRA JÁ O RASTREADOR E BLOQUEADOR EM TEMPO REAL: FALE COM O KELTON: (88) 99975.7272/99299.9212. CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS

BLOG SOBRAL 24 HORAS: + DE 204 MILHÕES DE VISUALIZAÇÕES!

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Camilo revoga novo decreto e mantém fechamento de empresas em decisão nesta madrugada

Após ter liberado ação de 16 setores, governador muda decisão por causa da posição do Comitê de Saúde do Estado.
Após ter liberado o funcionamento de diversos setores da economia em novo decreto publicado no fim da noite deste domingo (5), o governador Camilo Santana (PT) resolveu anular os efeitos e continuar as proibições já implementadas nos textos anteriores. A primeira decisão, tomada no começo da noite de ontem (5), liberava 16 tipos de empresa à retomarem as atividades, na maioria indústrias.

No entanto, a repercussão da decisão fez com que Camilo mudasse de ideia e declarasse o documento nulo na madrugada de domingo (5) para segunda (6), reforçando as medidas de combate à contaminação pelo novo coronavírus no Ceará.

"Diante da argumentação do nosso Comitê de Saúde, demonstrando preocupação com as flexibilizações de funcionamento colocadas pelo Governo do Estado nesse último decreto que entraria em vigor nesta segunda-feira (6), decidi revogar imediatamente o mesmo.Estamos publicando um novo decreto, mantendo todas as proibições dos decretos anteriores, e com o mesmo prazo de validade de 15 dias. Se houve um erro nessa proposta de flexibilização, que seja imediatamente corrigido", escreveu no Twitter.

No texto anterior, que já não está mais válido, o governador permitia, a partir desta segunda-feira (6), o funcionamento de 16 tipos diferentes de empresas dos setores da indústria, do comércio e de serviços. A decisão foi comemorada pelo setor produtivo mais cedo.

Faziam parte do decreto, feiras de gêneros alimentícios; serrarias; indústrias de móveis e utensílios domésticos; indústrias de tintas, têxteis, de confecção, calçados e roupas; comércio de materiais de construção, empresas exportadoras; comércios de seguros, entre outras. 


Repercussão

“Eu acho que o governador tem as decisões mais complexas e mais difíceis para ser tomadas. Ele está sempre em reunião, ouvindo a todos. Daqui a 15 dias, as coisas estão caminhando. O governador está fazendo com inteligência”, declarou o empresário e ex-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart.

Da lista que voltariam ao trabalho, a indústria dominava a maioria das permissões, com quatro segmentos diretamente dos setores industriais e mais alguns, que fazem parte da cadeia produtiva que atende, como energia, exportação, obras e também escritórios de contabilidade tiveram o retorno ao trabalho liberado. Em seguida, vêm os setores de comércio e serviços, além das feiras.

"O empresariado fica insatisfeito porque ele quer honrar muitas vezes os compromissos com fornecedores, funcionários. E essas responsabilidades são pertinentes. As pessoas têm compromissos como a manutenção dos empregos", havia afirmado Maurício Filizola, presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE), antes de o governador revogar a docreto.

Ajustes

Um outro decreto deve ser publicado nesta segunda-feira (6) tornando nulo o de domingo e mantendo a decisão inicial de isolamento social e fechamento de alguns negócios por 15 dias, que foi anunciada no sábado (4).

(Diário do Nordeste)

9 comentários:

O dr camilo e sua equipé estao e perdidos.

Parece-me que o desvio de verbas da previdencia durante muitos anos, agora faz falta para a saude. Muitos hospitais foram conatruidos recentementes, porem o mais importante ,medicos e equipamentos necessarios para combater a pandemia do Covid19, nao tiveram a mesma importancia nesse projeto de saude. Portanto, quem paga a conta mais uma vez e o cidadao que paga seus impostos e nao ver retorno nenhum.

Governador pau.mandado.esse vai e vem e coisa de politico. Os superiores dele mandou volar a tras. Quem vai sé ferrar e ele.

Vai trabalhar Camilo, eu já peguei essa porra, já tô é bom. Vamos trabalhar porra.

O governador está que nem puta não sabe o que é que quer

é muito facil voces falarem mal.. agora eu pergunto. e quem n esta perdido nessa historia???? voces saberiam resolver.????? voces que falam mal sabem da solução????

Fato é q o governo federal esta conseguindo manipular grande parte de seu eleitorado com essa historia de "gripizinha e resfriadinho". Muitos nao tem noção da gravidade da pandemia. E falam o que nao sabe. Infelizmente nosso país tem a cultura de sofrer a consequência para pode se prevenir. Os governos estaduais estão fazendo a parte deles decretando o isolamento. Porém cabe aos q pensa o contrário ir em enfrente e mais tarde lamentar suas perdas fraternais e novamente culpar o estado pelo ocorrido. Pra finalizar os números de casos de infecções são absurdamente 5 vezes maior do q o divulgado pois nao a como se quer realizar todos testes quanto mais hospitalizar a todos. Opinião própria.

Respondendo a pergunta do anônimo de cima, se vc pegou e ficou bom agradeça a Deus fulano, mas tem risco para outras pessoas, não quer dizer que seja uma simples gripinha, seja mas humano, pense nas outras pessoas seu verme. Gente como vc é para ser mas humilde porque pegou e se curou, mas parece que ficou mais ogro.

Anonimo das 18:10, então vamos fazer assim, quando acabar a quarentena, vamos deixar os carros e motos em casa, já que o trânsito mata mais de 60 mil por ano. E outra, eu fico em casa, é só vc me sustentar.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More