sábado, 2 de maio de 2020

Detentos fazem agentes reféns durante rebelião em presídio de Manaus

Eles reivindicam melhorias nas condições do sistema, como energia elétrica, colchões, ventilador, remédio e melhor alimentação.
Detentos da Unidade Prisional de Paraquequara (UPP) iniciaram uma rebelião na manhã deste sábado (02/05), por volta das 6h, em Manaus (AM). Segundo informações da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o motim teve início durante a entrega do café da manhã, quando internos serraram a grade de duas celas e fizeram agentes penitenciários reféns.

Neste momento, sete servidores estão em poder dos presos. Eles exigem a presença da imprensa e de representantes dos direitos humanos. Não há informações de mortos ou feridos.

Os presos queimaram colchões e estão em cima dos muros, segurando um lençol com o nome de uma facção criminosa escrito nele, e com pedaços de madeira nas mãos.

Eles reivindicam melhorias nas condições do sistema, como energia elétrica, colchões, ventilador, remédio e melhor alimentação. A Polícia Militar e o Grupo de Intervenção Penitenciária estão no local para negociar com os criminosos. (Metropoles)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More