terça-feira, 14 de julho de 2020

Caixa nega crédito a dono de bar e ele se acorrenta ao banco

Empresário está sem comer e sem ir ao banheiro.
Um empresário de Curitiba decidiu se acorrentar a uma agência da Caixa Econômica após o banco não liberar o crédito emergencial para ajudar os empreendedores durante a pandemia. Arlindo Ventura, conhecido como Magrão, é dono do Bar do Torto e está protestando pela liberação do crédito desde as 9h da manhã desta segunda-feira (12).
– Parece que a liberação de crédito é um favor que as instituições financeiras estão nos fazendo. Não é. Nesse momento, precisamos de todo o apoio possível para manter os empregos dos trabalhadores. Estamos no limite e ainda sendo tratados dessa forma – declarou Ventura.

De acordo com o empresário, no início de março deste ano havia um crédito de R$ 55 mil disponível em seu extrato bancário, classificado como giro de caixa. No entanto, a gerência do banco não disponibilizou o valor alegando inadimplência do empresário. Ventura, por sua vez, diz que o empréstimo é o que irá evitar a dívida.
O empresário não sabe até quando irá se manter acorrentado à agência, mas que o fará sem se alimentar e sem usar o banheiro.

– No domingo (12), já não comi nada. E vou ficar aqui sem comer nada, sem usar o banheiro. Fico quanto tempo aguentar porque os brasileiros não podem ser tratados da forma como estão sendo. É preciso respeito. Se eu tenho direito ao crédito, porque não liberam? Por inadimplência? Mas quem não está inadimplente neste momento – questionou. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More