sexta-feira, 3 de julho de 2020

PM prende “tesoureiro” do traficante e assassino Darlan “Dente de Ouro”

Após fugir da Polícia e somente se entregar após ser baleado, um dos bandidos integrantes de uma facção que atua na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), acabou sendo capturado nesta quinta-feira (2). De acordo com as autoridades, trata-se do “tesoureiro” de uma organização criminosa comandada pelo fugitivo mais procurado no Ceará, atualmente, o traficante de drogas e assassino Darlan Alban Guerra, o “Dente de Ouro”, que continua sendo caçado.

A prisão de Antônio Cláudio do Nascimento Costa, 37 anos, aconteceu na tarde de ontem após a Polícia Militar receber informações de que ele estaria escondido em uma residência no bairro Padre Júlio Maria. O local foi cercado pro patrulhas do 12º BPM, mas o bandido não se entregou. Estava armado e trocou tiros com os militares. Tentou de todo jeito escapar, porém, foi baleado e, finalmente, detido e levado para um hospital onde recebeu atendimento de urgência.

De acordo com a Polícia, Antônio Cláudio é tão perigoso quanto os demais integrantes da quadrilha de Darlan Alban. Sua prisão pode ter representado um duro golpe na quadrilha, que vem sendo perseguida há mais de quatro meses.

Caçado

O chefe da quadrilha está com a “cabeça a prêmio” pelos inimigos da facção rival e a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) oferece uma recompensa de R$10 mil para quem der informações precisas da localização do bandido e isto resulte na sua captura.

Darlan Alban teria conseguido escapar de um novo cerco da Polícia no começo desta semana, quando patrulhas do CPRaio descobriram que ele e seus “soldados”, armados com fuzis, pistolas com carregadores estendidos, além de espingardas de calibre 12 e revólveres, haviam montado um novo acampamento no matagal às margens da BR-020.

No mês passado, policiais do Batalhão de Comando Tático Motorizado (Cotam), do Comando de Policiamento Especializado de Choque (CPChoque), haviam “estourado” outro acampamento de Darlan e seus comparsas também em Caucaia, mas a quadrilha não foi encontrada. Para a Polícia, prender o assassino virou “questão de honra” e um desafio.

(Blog do Jornalista Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More