terça-feira, 11 de agosto de 2020

Covid: Putin anuncia Rússia como 1° país a registrar vacina

Segundo o presidente russo, imunização é "eficaz", mas falta de dados é alvo de questionamentos.
Cercada de desconfiança sobre sua real eficácia, a vacina da Rússia contra a Covid-19 foi anunciada oficialmente como registrada na manhã desta terça-feira (11). O anúncio foi feito pelo presidente do país, Vladimir Putin, durante uma reunião com o Gabinete de Ministros.

– Esta manhã uma vacina contra o novo coronavírus foi registrada pela primeira vez no mundo – disse o chefe do Kremlin.

Apesar do otimismo russo, a imunização conta com muitas dúvidas ao redor do mundo sobre como foi o processo de desenvolvimento dela. O país europeu, por exemplo, não publicou nenhum estudo ou dado científico sobre os testes que realizou.

Além disso, não há qualquer informação sobre as fases do processo de testes, que geralmente são cumpridos antes que uma vacina seja aprovada e lançada no mercado. Segundo Putin, no entanto, a vacina russa é “eficaz” e teria passado por todos os testes necessários. Além disso, a imunização permitiria obter uma “imunidade estável” contra o Covid-19.

Segundo informações de agências internacionais, o presidente russo afirmou que uma de suas filhas já tomou a vacina. Suas filhas são Maria, de 35 anos, e Ekaterina, 34. Os veículos, porém, não souberam informar qual delas teria tomado a vacina.

Segundo informações divulgadas pela BBC, a primeira vacina do país contra o coronavírus foi desenvolvida por cientistas do Centro Nacional de Investigação de Epidemiologia e Microbiologia (Gamaleya) junto ao Ministério da Defesa. Em junho, o ministério informou sobre a conclusão “bem-sucedida” de testes, mas não publicou nenhum tipo de evidência científica.

Não foi informado, por exemplo, quantas pessoas foram submetidas a testes nem detalhes sobre os voluntários ou quaisquer informações sobre quanto duraria a resposta imune ou o tipo de imunidade que a vacina oferece. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More