quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Escola Nota 10: qualidade na educação de Sobral despenca na gestão de Ivo Gomes

No primeiro ano de gestão do prefeito Ivo Gomes, em 2017, Sobral teve 38 escolas bonificadas com o prêmio Escola Nota 10. No ano seguinte, despencou para apenas 21. E não conseguiu se recuperar da queda. Segundo os números de 2019, divulgados nesta terça-feira (11/8) pelo governador Camilo Santana, Sobral emplacou apenas 22 escolas na premiação.

Pela primeira vez, todos os 184 municípios cearenses alcançaram nível desejável de alfabetização. A evolução do resultado do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Estado do Ceará (Spaece) foi apresentado pelo governador Camilo Santana, ao lado de sua vice, a sobralense Izolda Cela. Ao mesmo tempo em que o Ceará apresenta melhora, Sobral involui no número de escolas em destaque.
Com o crescimento das escolas do Ceará e o decréscimo de Sobral, houve também queda na participação dos sobralenses no universo do Estado. Em 2017, Sobral detinha 11,8% de todas as escolas premiadas. Neste ano, o percentual caiu pela metade, com apenas 6% de participação.

O Prêmio Escola Nota 10, uma bonificação em dinheiro para as escolas em destaque, correspondente a R$ 2.000,00 por aluno avaliado. Neste ano, foram premiadas 362 escolas. Vem num crescendo. Foram 332, em 2018, e 337, em 2017. Já Sobral apresenta uma curva descendente: 38 (2017), 21 (2018) e 22 (2019). Imaginava-se que haveria recuperação da queda brusca (de 38 para 21), mas houve estagnação, com 22 escolas premiadas.

O jornalista Wellington Macedo, responsável pela série de reportagem “A Educação do Mal”, na qual ele aponta vários tipos de fraudes no sistema de avaliação escolar de Sobral, tenta explicar queda tão grande no número de escolas avaliadas como Nota 10. Para ele, deve-se à repercussão de suas reportagens. “Vários pais e mães de alunos entraram em contato comigo. Todos se diziam revoltados e que iriam orientar seus filhos a não se deixar levar por professores, diretores ou quem quer que fosse para fazer prova em nome de colegas”.

Segundo Macedo, a denúncia fez com que profissionais médicos também recuassem do procedimento de conceder laudos graciosos de retardo mental para as crianças. “Professoras também ficaram temerosas de punição pelo cometimento do crime de fraude”, disse. Ele finalizou: “Aos poucos, a verdade vai se revelando. Tudo ali é manipulado, os alunos, as professoras, as diretoras. Enfim, manipulam os números para ganhar dinheiro e tirar proveito político da educação das crianças de Sobral”.

O governador Camilo Santana comemorou os resultados do Estado, chamando a atenção para o percentual de 92,7 de crianças que se encontram alfabetizadas na idade certa. A avaliação se dá no segundo, quinto e nono anos.

As escolas vencedoras foram 150 da Alfabetização (2º ano), 150 do 5º ano e 60 do 9º ano do Ensino Fundamental. A premiação tem como base resultados da alfabetização ao término do 2º ano, e das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, ao final do 5º e 9º anos, a partir de informações do Spaece.

Fonte: Luciano Cleber / SobralPost

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More