quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Campanha eleitoral em Iguatu tem registro de uma tentativa de sequestro

Iguatu, localizado na Região Centro-Sul do estado (a 414Km de Fortaleza), entra na lista dos municípios cearenses onde a campanha eleitoral nas ruas tem descambado para a violência e a intimidação a vários candidatos. A participação de milícias formadas por policiais e bandidos foi denunciada à Delegacia Regional de Polícia daquele Município. O clima na cidade é de tensão e o fato deverá ser comunicado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Na noite desta terça-feira (20), um radialista que trabalha na campanha à reeleição do atual prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) no plantão da Delegacia Regional de Polícia Civil de Iguatu, quando informou que teria sofrido uma tentativa de seqüestro por parte de supostos PMs que estariam à serviço do candidato de oposição.

O jovem, identificado apenas por Vinícius, informou que teria sido abordado por três policiais militares à paisana, que interceptaram seu carro numa das ruas da cidade. Vinícius conta que somente escapou do seqüestro e, possivelmente de um atentado ou mesmo assassinato, graças à presença de uma patrulha da Polícia Militar que, coincidentemente, passava pelo local onde aconteciam as ameaças e a abordagem.

Queixa e vídeo

O caso deverá ser apurado pelo delegado-regional da Polícia Civil em Iguatu, Marcos Sandro Lira Nazaré, que pode, inclusive, determinar a instauração de um inquérito policial. Se ficar comprovada a participação de agentes da Segurança Pública no ato, o caso passa também para a esfera da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (CGD).

Logo após prestar queixa na Delegacia, Vinícius gravou um vídeo relatando o incidente e cobrando providências das autoridades acerca do caso.

(Roberto Monteiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More