quarta-feira, 7 de outubro de 2020

EUA, Japão, Austrália e Índia desafiam China no Indo-Pacífico

Países vão tomar medidas concretas para manter a região do Indo-Pacífico "livre e aberta".
Estados Unidos, Austrália, Índia e Japão fizeram uma demonstração de força contra o Partido Comunista Chinês (PCCh) durante encontro, nesta terça-feira (6), de seus chanceleres em Tóquio. 

Os países formam o chamado “Quad” — sigla inglesa para “Diálogo de Segurança Quadrilateral”. 

Os ministros das Relações Exteriores prometeram tomar medidas concretas para manter a região do Indo-Pacífico “livre e aberta”.

A decisão é um recado direto às pretensões em curso de Pequim, de controlar 85% do Mar do Sul da China, sua principal saída comercial com o mundo.

Em discurso após a reunião, o chanceler norte-americano Mike Pompeo foi quem tomou a frente em termos de retórica:

“Como parceiros, é mais crítico agora do que nunca que nós colaboremos para proteger nossos povos da exploração, corrupção e coerção do Partido Comunista Chinês.” 

E acrescentou:

“Nós as vemos nos mares do Sul e do Leste da China, no Mekong, nos Himalaias, no estreito de Taiwan.”

O encontro dos chanceleres também abriu o caminho para que a Austrália faça parte dos exercícios militares navais anuais que unem Índia e EUA desde 1992 e, a partir de 2015, integraram também o Japão, destaca o jornal Folha.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More