terça-feira, 15 de dezembro de 2020

Bolsonaro anuncia que quem se vacinar terá que assinar termo

Presidente afirmou que decisão é motivada pelo fato de que laboratórios têm se isentado de responsabilidade.

Em conversa com apoiadores na noite de segunda-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro anunciou que as pessoas que estiverem interessadas em se vacinar contra a Covid-19 no país terão que assinar um tipo de “termo de responsabilidade”. Segundo o gestor, a medida é motivada por cláusulas adotadas pelas farmacêuticas, como a Pfizer, que isentam as empresas por quaisquer efeitos adversos.

– Não é obrigatória [a vacina]. Vocês vão ter que assinar termo de responsabilidade para tomar. Porque a Pfizer, por exemplo, é bem clara no contrato: ‘Nós não nos responsabilizamos por efeitos colaterais’. Tem gente que quer tomar, então toma, a responsabilidade é tua. Se der algum problema aí… espero que não dê – disse o presidente.

Na ocasião, Bolsonaro também confirmou que já tem uma medida provisória (MP) pronta que permitirá que o governo faça um aporte de R$ 20 bilhões para a compra de imunizantes contra a Covid-19. Mais cedo, após reunião com o presidente, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, já havia revelado a informação.

– O presidente afirmou que está editando uma medida provisória […] no valor de R$ 20 bilhões para poder comprar todas as vacinas aprovadas pela Anvisa. De fato, segundo ele, todas. Sem exceção – disse Casagrande.

(Pleno News)

3 comentários:

É pra ser o contrário quem não quer ser vacinado ter de assinar um termo se responsabilizando por não aceitar a vacina!

Ele está certo! Por q se a pessoa tomar e ter algum efeito colateral, assinando ninguém vai ter q culpar o presidente por praticar genocídio

Tá certo o presidente. Basta uma simples consulta na internet pra saber que essa vacina é prejudicial. É feita com feto de recém nascido e tem substancia que altera o seu DNA e tem metais tóxicos. Quer dizer, seus filhos vao nascer com problemas que nem voce teve quando nasceu.

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More