sábado, 5 de dezembro de 2020

PM é morto ao tentar evitar assalto a loja em Mesquita

O cabo Derinaldo Cardoso dos Santos tentou impedir um assalto a uma loja no centro do município. Ele chegou a ser levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu e passou por uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos.

Morreu na noite de sexta-feira (5) o cabo da Polícia Militar Derinaldo Cardoso dos Santos, que tentou impedir um assalto a uma loja no centro de Mesquita, na Baixada Fluminense. Ele foi atingido por um tiro na cabeça disparado por um criminoso.
Polícia apreendeu um revólver calibre 38 que teria sido usado para matar o policial militar — Foto: Reprodução

Derinaldo, de 34 anos, trabalhava no 20º Batalhão e chegou a ser levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI) em estado gravíssimo e passou por uma cirurgia de emergência. Ele estava internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da unidade e não resistiu aos ferimentos.

O cabo Cardoso, que completaria dez anos na corporação no próximo mês, deixa esposa e dois filhos.

Outra pessoa que estava na loja chegou a ser baleada na coxa, mas foi medicada e recebeu alta.

De acordo com a Polícia Militar, os bandidos fugiram e chegaram a roubar um veículo da prefeitura da cidade, levando os ocupantes reféns. Mais tarde, eles foram liberados e o carro abandonado pelos criminosos na Avenida Brasil, na altura de Realengo.

Um homem foi preso nos arredores da loja e levado para a 54º DP (Belford Roxo).

Ainda na noite de sexta, policiais militares receberam a denúncia de que a arma usada no crime estava escondida em uma localidade em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. No endereço indicado, os agentes encontraram um revólver calibre 38 com numeração raspada e cinco munições.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More