sábado, 9 de janeiro de 2021

Violência sem controle no Ceará deixou 17 crianças assassinadas em 2020

“A gente entrega tudo nas mãos de Deus”. A frase foi pronunciada e repetida durante o enterro da menina Radhassa Barbosa, de apenas 4 anos, morta a tiros durante o ataque de uma facção criminosa na Favela do Caroço, na Praia do Futuro, na noite de 29 de setembro do ano passado. Em meio à turbulência da criminalidade que deixou mais de quatro mil mortos no Ceará em 2020, 17 crianças acabaram assassinadas. A pequena Radhassa entrou na lista das vítimas da criminalidade sem controle no estado.

À exemplo do caso da menina Radhassa, muitas famílias tiveram que passar pela dor da perda de suas crianças para o crime, no Ceará, no ano passado. Algumas foram mortas junto com os pais, como no caso da pequena Jorgiane dos Santos Xavier, que tinha somente um ano e 11 meses de vida. Na madrugada do dia 22 de fevereiro, sábado de Carnaval, a menina foi assassinada a tiros junto com o pai, o agricultor Francisco Jorge Gomes Xavier, 39, na Vila Cumbe, na zona rural do Município de Beberibe.

O bebê Enzo Gabriel Ferreira Ribeiro, de apenas 9 meses de vida, morreu baleado nos braços da mãe, uma adolescente de 17 anos, Maria Garielly Ferreira Ribeiro, que também foi assassinada. Mãe e filho foram executados dentro de casa durante um ataque de bandidos de uma facção criminosa no bairro Quintino Cunha, na zona Oeste de Fortaleza. O duplo homicídio aconteceu na noite de 10 de março.

Mais casos

Assim como aconteceu no bairro Quintino Cunha, em Fortaleza, quando mãe e filho foram mortos, a história se repetiu apenas cinco dias depois. Foi em 15 de março, quando o pequeno Yuri Kelson Silva Ribeiro, que tinha apenas 5 anos de idade, foi assassinado junto com a irmã, uma adolescente de 14 anos. O crime novamente foi praticado por bandidos de uma facção e ocorreu numa comunidade conhecida como Cercadão, no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O pequeno Júlio César Silva Moreira, 4 anos, estava brincando com outras crianças na frente de casa, no bairro Aerolândia, em Fortaleza, na manhã do dia 25 de março de 2020, quando bandidos de uma facção desembarcaram de um carro prata e passaram a atirar em quem estivesse na rua. Um dos tiros atingiu o menino, que morreu quando era socorrido.

A última criança morta no ano passado no Ceará foi o pequeno William da Silva Rodrigues, 6 anos, que, na madrugada do dia 26 de novembro, dormia em uma casa na zona rural do Município de Ibaretama, no Sertão Central, quando o local foi invadido por bandidos armados e encapuzados.

O garoto e mais seis pessoas, entre elas, dois adolescentes, foram fuzilados. Segundo a Polícia, o caso foi um “acerto de contas” entre membros de facções rivais.

Veja, a seguir, a lista das crianças assassinadas no Ceará em 2020:

1 (11/01) – José Ramonis Trajano da Silva, 11 anos – Morto por bala perdida durante um tiroteio entre criminosos na Rua Plutão, no bairro Vila União, em Fortaleza, quando voltava de uma missa na companhia da mãe.

2 (22/02) – Jorgiane dos Santos Xavier, 1 ano e 11 meses – assassinada a tiros juntamente com o pai, Francisco Jorge Gomes Xavier, 39 anos, dentro de casa, na localidade de Vila Cumbe, zona rural de Beberibe. O duplo homicídio aconteceu madrugada de sábado de Carnaval. Um grupo armado e encapuzado invadiu a casa e matou pai e filha.

3 (10/03) – Enzo Gabriel Ferreira Ribeiro, 9 meses, morto a tiros, juntamente com a mãe, a adolescente Maria Gabrielly Ferreira Ribeiro, 17 anos, dentro de casa, na comunidade das Malvinas, no bairro Quintino Cunha, zona Oeste de Fortaleza. Crime praticado por uma facção.

4 (12/03) – Ana Dayla de Sousa Paiva – recém-nascida. Morto através de outros meios,em Fortaleza, na Área Integrada de Segurança (AIS-3)

5 (15/03) – Yuri Kelson Silva Ribeiro, 5 anos – morto a tiros juntamente com a irmã, Yasmin Silva Ribeiro, 14 anos; por bandidos da facção Guardiões do Estado (GDE), dentro de casa, na localidade de Cercadão dos Dicetas, no Icaraí, em Caucaia. O bando está preso.

6 (25/03) – Júlio César da Silva Moreira, 4 anos – morto a tiros na Rua Tenente Jaime Andrade, no bairro Aerolândia. Bandidos desembarcaram de um carro e passaram a atirar em um grupo de moradores. A criança foi baleada e morreu no IJF-Centro.

7 (01/05) – Clara Mayelle Nunes Moura Santos – 5 anos, morta a golpes de faca, crime ocorrido na Área Integrada de Segurança (AIS-3).

8 (01/05) – Yonara Antonelle Nunes Moura Santos, 5 anos, morta a golpes de faca, crime ocorrido na Área Integrada de Segurança Três (AIS-3).

9 (11/05) – Maria Vitória Sousa da Silva, 3 anos, assassinada a tiros em Fortaleza na Área Integrada de Segurança Oito (AIS-8).

10 (03/07) – Israel Bruno Fonseca Araújo, 1 ano – morto através de outros meios, em Maracanaú

11 (07/07) – Arthur Guilherme Araújo Sousa, 2 anos, morto a tiros no Município de Guaiúba, na Região Metropolitana de Fortaleza

12 (07/07) – Juliana Souza Monteiro, 4 anos – Foi assassinada a tiro, juntamente com o pai, João Batista Souza Monteiro, dentro de casa. O crime ocorreu na localidade de Frios, Distrito de Parazinho, na zona rural do Município de Granja, Zona Norte do estado.

13 (20/07) – Maria Ester Rodrigues, 3 anos, morreu ao dar entrada no Hospital da cidade de Russas, com sinais de espancamentos e maus-tratos, além da suspeita de ter sido estuprada, segundo avaliação médica. O pai e a madrasta da menina são os suspeitos do crime.

14 (15/8) – Daniel Felipe Vieira de Sousa, 3 anos, morreu n na cidade de Tauá. Polícia classificou o crime como lesão corporal seguida de morte

15 (29/07) – Rhadassa Barbosa, 4 anos, assassinada a tiros, na Comunidade do Caroço, na Praia do Futuro (Capital), durante o ataque de uma facção à comunidade. A mãe da criança também foi baleada na ocasião.

16 (10/09) – Francisco Emanuel de Andrade, 11 anos, morto a golpes de faca na cidade de Bela Cruz

17 (26/11) – William da Silva Rodrigues, 6 anos – assassinado a tiros em meio a uma chacina que deixou sete pessoas mortas, fato ocorrido na localidade Pedra e Cal, na zona rural do Município de Ibaretama.

(Fernando Ribeiro)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More