SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quinta-feira, 6 de maio de 2021

ABANDONO: Rua de Sobral sofre com a falta de saneamento básico há 15 anos

Moradores da Rua Oswaldo Rangel sofrem com a falta de saneamento básico há mais de 15 anos.
Se conviver com um problema por uma hora ou um dia, que sejam, traz uma série de desconfortos, o que dizer de uma convivência de ao menos 15 anos. Com essa interpretação podemos avaliar a problemática vivida pelos moradores da Rua Osvaldo Rangel, no Padre Ibiapina, que todos os anos em que há ocorrências de chuvas, ficam prejudicados pelo acúmulo de água, que torna a rua intransitável, prejudicando de forma mais direta comerciantes e trabalhadores de depósitos e oficinas.
O metalúrgico Marcos Liberato, relatou para nossa reportagem, que com a chegada das chuvas médias, as casas de comércio e serviços ficam no prejuízo por alguns dias até que as águas baixem. Infelizmente o poder público tem feito vistas grossas para o fato, ignorando os apelos dos moradores e trabalhadores da área.

Não obstante o grande volume de investimentos em drenagem e saneamento feitos na cidade com recursos da União, o alagamento da citada rua continua sendo um problema adiado. De acordo com Marcos Liberato, há 15 dias sem trabalhar por conta das águas de esgoto e sem as bocas de lobo, todas vezes em que o problema se repete, ocasiona situações de dificuldades para quem mora e trabalha no local. “Alguns ficam sem condição de trabalho e isso prejudica o sustento das famílias”, ressalta.

A população da rua faz um apelo às autoridade publicas, para que assuma os problemas da cidade, pois é para isso que serve o dinheiro dos impostos coletados. A responsabilidade pelo bem ou mal estar dos moradores deve ser atribuída a eles, os gestores. Atualmente os pequenos comerciantes se encontram com seus pontos de comércios fechados.

Nas redondezas do bairro também existe uma lagoa que está servindo de depósito de lixo. Esse é mais um caso que atenta contra a saúde pública dos moradores e amplia o descaso do poder público para com o meio ambiente.

Com informações do portal Paraíso (Gabriel Lopes)

1 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More