SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

domingo, 23 de maio de 2021

DEPUTADO MOSES RESPONDE ÀS PROVOCAÇÕES DE IVO GOMES

"Em resposta à publicação feita por Ivo Gomes em suas redes sociais segue uma reflexão.
O que Ivo Gomes precisa entender é que eu penso diferente da velha política que ele representa. Então, é óbvio que vamos sempre divergir das votações na Câmara Federal. As divergências são normais e fortalecem a #democracia. Mas, Ivo precisa falar a verdade aos seus eleitores. Apresentar a eles os posicionamentos que seu grupo adotou ao longo do tempo. Se as posições mudam conforme os interesses ou se ideologicamente as posições permanecem independente de quem está na oposição ou na situação.

Veja como o grupo político do Ivo Gomes se posicionou nas privatizações:
É de se estranhar que o grupo político de Ivo Gomes votou sempre A FAVOR das privatizações quando estava no poder. Ciro Gomes, por exemplo, participou ativamente das discussões do Programa Nacional de Desestatização, iniciado na década de 1990, quando ainda era filiado ao PSDB. Quando foi ministro da Fazenda no governo do Presidente Itamar Franco, em 1994, Ciro, em entrevista à Folha de São Paulo, disse que entre suas prioridades no mandato estava o programa de privatizações.

Acho que Ivo precisa esclarecer para seus eleitores que a sua família faz política POR INTERESSE. Por quase duas décadas Ciro defendeu o governo e quando saiu sofreu uma amnésia ideológica, mudando o seu discurso. Foi o que aconteceu em 1997, quando ele saiu do PSDB e foi para o PPS.

No entanto, as reais intenções dessa “pseudo oposição” não se sustentaram. Em 2002, durante uma palestra para 500 pessoas em Campo Mourão, no Paraná, Ciro disparou: “o Brasil não privatizou direito! (...) Eu dizia: vamos privatizar direito”. Naquela noite, Ciro ainda disse: “Hoje já não há mais o que privatizar”. Diante de tantos fatos, o que mesmo esse grupo político defende?

Ao contrário do que se pensa o processo de privatização brasileiro já rendeu ganhos visíveis. Abrimos o caminho para a modernização, ao reduzirmos o peso sobre as contas da União. Todos sabem que não se trata de entregar o patrimônio do país à iniciativa privada, é dar fim a privilégios, a inúmeros empregos com base em interesses de políticos e de partidos. Como o próprio Ciro disse: “A privatização é uma ferramenta que nós devemos usar com inteligência e não com preconceito ideológico”.

Quanta hipocrisia!

A propósito, a reforma da previdência aprovada no Estado do Ceará, em 2019, como o partido de Ivo e de seus aliados votaram na Assembleia Legislativa? Para quem não sabe, o PDT liderou a aprovação na AL. Quando é o Bolsonaro não presta, quando é o seu governo está certo! Essa é a velha política em ação! Ciro, que é candidato a presidente em 2022, é exemplo vivo do que digo! Era centro esquerda até o Lula voltar para o cenário, agora ele migrou para um discurso de centro direita. Os espaços já estão ocupados, o caminho não é esse! Se quiser, Ivo, mande ele me procurar que dou uma consultoria sem ônus de como se fazer a nova política, aliás a BOA política!"

(Wilson Gomes)

1 comentários:

Tem que privatizar tudo quanto é estatal para haver concorrência e consequentemente mais opções e melhores preços.. Só não precisava o Moses recorrer a Mil novecentos e bolinhas pra justificar isso

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More