SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quinta-feira, 5 de agosto de 2021

Em live, Bolsonaro dá aviso implacável a Barroso e a Moraes

Durante sua tradicional live pelas redes sociais desta quinta-feira (5), o presidente Jair Bolsonaro mais uma vez disparou críticas contra integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) e defendeu o voto impresso auditável. Durante a transmissão, Bolsonaro mandou um recado aos ministros Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes e disse que ele não são “os donos do mundo”.

O assunto foi abordado pelo presidente ao falar das urnas eletrônicas do Brasil.

– Não estou atacando o STF, estou questionando, ministro Barroso e o ministro Alexandre de Moraes. Os senhores tem que entender que não são os donos do mundo. Não são os donos da verdade. Os senhores não foram eleitos para decidir o futuro de um povo. Quem foi eleito fui eu e o Congresso brasileiros. Vocês foram eleitos para interpretar a Constituição. É o lugar de vocês. Não podem continuar legislando, dando ‘piruada’, interferindo. Dizendo o tempo todo o que eu e o Parlamento não devem fazer – apontou.

Bolsonaro então disse que poderia estar rendendo muito mais se não fosse atacado “o tempo todo” por Barroso e Moraes.

– É simples. Tenho que ter paz para trabalhar. Poderia estar rendendo muito mais se não fossem os ataques desse dois ministros do Supremo o tempo todo. Foi Alexandre de Moraes que decidiu que o Ramagem não podia ser diretor da PF porque era meu amigo (…) Esse é o retrato do Brasil. Tenho obrigação de mostrar, demonstrar, criticar (…) de buscar o diálogo com todos os poderes para o bem da nação – ressaltou.

Por fim, ele falou sobre a importância do STF para o Brasil e disse querer eleições limpas.

– O Supremo Tribunal Federal é uma instituição importante para o país, mas o comportamento de alguns pouquíssimos ministros não condiz com a democracia, com a liberdade, com o respeito. Quem se impor. São os donos da verdade para tudo (…) Eu quero eleições no ano que vem, o povo quer eleições no ano que vem. Limpas, auditáveis, democráticas – concluiu.
Fonte: Pleno News

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More