SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

quinta-feira, 30 de setembro de 2021

Safadão e esposa são indiciados por vacinação irregular

Nesta quarta-feira (29), a Polícia Civil do Ceará iniciou o cantor Wesley Safadão, a mulher dele, Thyane Dantas, e outras seis pessoas por irregularidades na vacinação contra a Covid-19. O inquérito foi enviado ao Tribunal de Justiça (TJCE).

O casal e outras cinco pessoas deverão responder pelos crimes de peculato e infração de medida sanitária.

A Polícia Civil informou que as penas podem chegar a 13 anos de prisão.

– A Polícia Civil do Ceará (PC-CE) concluiu, nesta quarta-feira (29), o inquérito policial que investigava a vacinação irregular da esposa de um cantor, em um shopping no bairro Jóquei Club, em Fortaleza. No total, oito pessoas foram indiciadas no inquérito policial, sendo sete delas, incluindo o cantor e a esposa, pelos crimes de peculato e por infração a determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa, cujas penas somadas podem chegar a treze anos de prisão – aponta o comunicado da polícia.

De acordo com o texto, a assessora e produtora de Safadão, Sabrina Tavares, pode responder por infração de medida sanitária.

Três servidores públicos de Fortaleza foram responsáveis por facilitar a vacinação do cantor e da esposa dele.

– Os três servidores agiram, de acordo com o apurado, de maneira voluntária e deliberada, sem qualquer tipo de ciência, autorização ou conivência por parte da SMS de Fortaleza, a qual, inclusive, prestou todo apoio à investigação da Delegacia de Combate à Corrupção. No total, 19 pessoas foram ouvidas durante as apurações policiais – diz ainda o comunicado.

No entanto, a Secretaria de Segurança Pública destacou que, durante as investigações, não foram colhidos elementos que provam vantagem financeira entre as partes envolvidas.

(Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More