SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

domingo, 3 de outubro de 2021

Caucaia registra 6 homicídios entre sexta-feira (1º) e sábado (2); três pessoas presas

Seis homicídios foram registrados entre a noite de sexta-feira (1º) e a madrugada deste sábado (2) em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Durante operação da Polícia Civil, um dos suspeitos de envolvimento nos assassinatos tentou fugir e soltou um cão da raça pitbull, que atacou um delegado. Três pessoas foram presas.

Entre as vítimas dos homicídios na sexta-feira, estão um jovem de 22 anos e uma mulher de 48 anos, mortos a tiros em um imóvel no bairro Primavera. O rapaz integrava uma organização criminosa e tinha registro policial por porte irregular de arma de fogo e dano. Outro homem, ainda sem identificação, foi morto no mesmo dia no bairro Mangabeira, também em Caucaia.

Três homens suspeitos de praticar homicídios e integrar organização criminosa foram presos em uma operação da Polícia Civil também na sexta-feira (1º). Equipes da Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC), e do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM) mantêm diligências na região.


DUPLO HOMICÍDIO

No início deste sábado (2), um duplo homicídio foi registrado no bairro Tabuba, com a morte de um casal sem identificação, e um homem de 26 anos foi morto em via pública no bairro Santa Rosa. A vítima tinha histórico de integrar organização criminosa, além de registro policial por associação para o tráfico e crime de trânsito.

Os registros foram feitos pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) durante as ações operacionais, de inteligência e de investigação. Todos os casos são apurados pelo Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia Metropolitana de Caucaia.


TENTATIVA DE FUGA

Durante a operação, um homem identificado como Wendel Gabriel Rodrigues dos Santos, de 18 anos, tentou fugir e soltou um cachorro da raça Pitbull para atacar os policiais. O cão mordeu o braço do delegado Huggo Leonardo. Em seguida, o suspeito foi capturado e autuado em flagrante pelo crime de lesão corporal contra o agente de segurança pública e por resistência. O delegado foi medicado, e o cachorro ficou com a família de um dos suspeitos.

Os três homens estavam em uma residência no bairro Parque São Gerardo e foram presos como parte da Operação Atroz da Polícia Civil. Também foram presos José Carlos Viana Pontes de Moura, de 19 anos, conhecido como “Carlito”, com antecedentes criminais por homicídio, e Mateus dos Santos da Silva, de 21 anos, conhecido como “Sapo”, com antecedentes por posse de drogas.

(Diário do Nordeste)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More