SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

domingo, 31 de outubro de 2021

Ceará: Facção ameaça explodir postos se preços não baixarem

Uma mensagem atribuída à facção criminosa cearense Guardiões do Estado (GDE) mostra que o grupo deu um prazo de 72 horas para que os postos de combustíveis de Fortaleza reduzam os preços. No comunicado, o GDE ameaça “explodir 20 postos de combustíveis” no estado do Ceará caso os empresários não atendam à demanda.

– Viemos através desse salve deixar toda a população de Fortaleza ciente: iremos tomar providências sobre os preços dos combustíveis que estão subindo quase todos os dias e estão prejudicando todos os cidadãos de bem da cidade de Fortaleza e do estado do Ceará. Já que os órgãos competentes não tomam uma atitude sobre tal fato, nós, do crime organizado, vamos tomar – diz a mensagem.


Em seguida, o grupo ameaça os empresários de retaliação.

– Vamos dar um prazo de 72 horas para os preços dos combustíveis baixarem no estado. Caso contrário, iremos explodir 20 postos de combustíveis dentro do estado. O salve foi dado. Pega a visão quem quiser. Um abraço forte, sincero e leal a todos os cidadãos de bem do estado do Ceará – encerrou o comunicado.

COMANDO VERMELHO TAMBÉM FEZ AMEAÇAS

Esta não é a primeira vez que grupos criminosos ameaçam donos de postos de gasolina por causa do preço dos combustíveis. Ainda nesta semana, o Comando Vermelho ordenou que postos em Manaus, no Amazonas, reduzam o preço do combustível. A facção estipulou o prazo de uma semana para que os empresários diminuam os valores cobrados, segundo informações do colunista Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Uma mensagem divulgada na terça-feira (26) aponta que o Comando Vermelho está do lado dos “irmãos que estão sendo prejudicados”.

– O Comando pede para os safados dos cartéis de postos baixarem o preço da gasolina. Estamos dando o prazo de uma semana. Estamos do lado dos nossos irmãos que estão sendo prejudicados. Se não [cumprirem], vamos botar o trem na rua e colocar fogo em postos de gasolina e caminhões – diz o texto.

Fonte: Pleno News

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More