SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Ceará vence o Corinthians por 2 a 1 e passa a integrar o G-8 do Brasileirão

Com quebra de recorde desde o retorno dos torcedores cearenses ao Castelão, o Ceará fez jus ao apoio vindo das arquibancadas e derrotou o Corinthians-SP por 2 a 1, na noite desta quinta-feira, 25, pela 35ª rodada da Série A. O Vovô saiu na frente com gol do meio-campista Vina, artilheiro da equipe nesta edição do torneio, logo aos seis minutos do primeiro tempo. Aos 38 da etapa final, Róger Guedes empatou para o Timão, mas três minutos depois, Yony González marcou de cabeça e garantiu o triunfo alvinegro.

A emocionante vitória foi um importante passo para o Alvinegro de Porangabuçu em busca da inédita classificação para a Copa Libertadores. Com o resultado, a equipe comandada pelo treinador Tiago Nunes chegou aos 49 pontos e ultrapassou o Internacional-RS, passando a ocupar a oitava colocação.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Ceará viaja até o Rio de Janeiro (RJ) para enfrentar o Flamengo-RJ, na terça-feira, 30, às 20 horas, no estádio Maracanã. O Corinthians retorna para São Paulo (SP) para encarar o Athletico-PR, na Neo Química Arena, no domingo, 28, às 16 horas. Ambos os confrontos são válidos pela 36ª rodada.


O jogo

Embalado pelo apoio dos torcedores na arquibancada, o Ceará iniciou a partida com uma postura agressiva, adiantando as linhas de marcação e pressionando a saída de bola do Corinthians. O comportamento do Vovô surtiu efeito logo aos seis minutos. Após saída errada de bola do goleiro Cássio, o artilheiro Vina recebeu na entrada da área, dominou e chutou com a perna esquerda, marcando um belo gol — o oitavo dele nesta edição do Brasileirão.

Com a vantagem no placar, a equipe comandada por Tiago Nunes mudou de estratégia e recuou as linhas defensivas com o intuito de explorar os contra-ataques. A ideia, no entanto, não se mostrou tão efetiva. O Corinthians se manteve por boa parte do primeiro tempo no campo de defesa do Vovô, mas quando perdia a posse da bola, rapidamente se organizava, anulando as transições do Alvinegro de Porangabuçu.

Se ofensivamente o Ceará não conseguiu criar tantas chances após o gol de Vina, defensivamente o time foi bem e conseguiu manter o controle das ações corintianas. As melhores oportunidades do clube paulista aconteceram aos 35 minutos, quando João Ricardo fez uma ótima defesa cara a cara com Gabriel Pereira, e aos 50 minutos, com o zagueiro Gil, que aproveitou o rebote da falta cobrada por Roger Guedes e chutou chapado, levando perigo.

Na volta do intervalo, as equipes entraram em campo com um ritmo desacelerado, cenário favorável ao Ceará, já que vencia a partida. Aos sete minutos, no entanto, uma importante baixa para o Vovô: Vina sentiu a coxa e precisou ser substituído por Jorginho. Pelo lado corintiano, o técnico Sylvinho promoveu as entradas de Renato Augusto e William para tentar elevar o nível técnico.

Diante de um adversário pouco inspirado no campo de ataque, o Alvinegro de Porangabuçu se manteve confortável até os 30 minutos da etapa final. Com 15 minutos restantes e com a necessidade de buscar o empate, o Corinthians avançou suas linhas e empurrou o Vovô para dentro da área, pressionando a equipe cearense através de jogadas pelas linhas de fundo e cruzamentos.

A pressão surtiu efeito e, aos 38 minutos, Roger Guedes fez bela jogada individual e empatou a partida para os paulistas. A alegria corintiana durou exatos três minutos. Aos 41, o lateral-direito Igor cruza na medida para Yony González, que de cabeça estufou as redes e colocou, novamente, o Vovô na frente do marcador, garantindo o importante triunfo da equipe na caminhada por uma vaga na Copa Libertadores.

(O Povo)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More