SOBRAL RASTREADORES - (88) 99975.7272 / 99299.9212

domingo, 7 de novembro de 2021

Cientistas testarão vacina contra o câncer de mama pela 1ª vez

O centro americano de tratamento e pesquisa em saúde, Cleveland Clinic, anunciou que deu início a um estudo clínico para testar a eficácia e segurança de uma vacina contra o tipo mais agressivo do câncer de mama. Se os resultados forem promissores, o imunizante será o primeiro a evitar diretamente o surgimento do tumor.

A vacina, que é desenvolvida em parceria com a empresa Anixa Biosciences, será testada contra o câncer de mama triplo negativo, seu tipo mais desafiador.

– Mas temos esperança de que nosso trabalho seja o início de pesquisas mais avançadas provando a efetividade da vacina para deter o tumor de mama contra o qual temos menos tratamentos disponíveis – detalhou o hematologista Thomas Budd, do Taussig Cancer Institute.

Até setembro de 2022, cerca de 24 pacientes participarão do ensaio clínico. Todos devem ter sido diagnosticados com o câncer em etapa inicial nos últimos três anos, e já se encontrar sem o tumor, mas com grande risco do reaparecimento da doença.

Cada um deles receberá três doses da vacina, com intervalo de duas semanas. Nessa etapa, analisa-se a resposta imune e seus efeitos colaterais.

Produzir vacinas contra o câncer é um trabalho complexo, pois os tumores surgem a partir de nossas próprias células, o que torna difícil que o sistema imunológico identifique as proteínas produzidas. A vacina da Cleveland Clinic, porém, foi capaz de despertar o sistema imunológico, apresentando como endereço uma molécula presente em 70% das células tumorais de mulheres com câncer de mama triplo negativo.

O avanço no conhecimento das características dos tumores tem alavancado as pesquisas. Nos Estados Unidos, há estudos clínicos sendo desenvolvidos contra o câncer de pulmão, fígado, intestino, pâncreas, entre outros. (Pleno News)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More