domingo, 9 de janeiro de 2022

Já são 8 mortos pelo desabamento de rocha, e bombeiros retomam buscas

O Corpo de Bombeiros retomou as buscas, na manhã deste domingo (9), em Capitólio, Minas Gerais. Duas pessoas continuam desaparecidas, depois do desabamento de um paredão do cânion. Já foram encontrados os corpos de oito pessoas mortas na tragédia.

As operações começaram por volta das 5h da manhã. As equipes de busca são formadas por 11 mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais e 50 militares da Marinha do Brasil.

Na tragédia, oito pessoas morreram e trinta e duas ficaram feridas. Tanto as vítimas fatais, como as desaparecidas estavam na mesma lancha, denominada “Jesus”.

Inicialmente, a estimativa era de 20 desaparecidos, porém dez pessoas foram localizadas por telefone, oito morreram e três continuam desaparecidas.

A queda do paredão ocorreu por volta do meio-dia deste sábado (8) e atingiu quatro barcos com turistas. As vítimas foram levadas para hospitais das cidades de Passos, Piumhi e São José da Barra. De acordo com informações da corporação, vinte e sete pessoas já foram atendidas em unidades de saúde e liberadas.

O governador do estado, Romeu Zema vai comparecer ao local do acidente, ontem ele lamentou a tragédia: “Sofremos hoje a dor de uma tragédia em nosso Estado, devido às fortes chuvas, que provocaram o desprendimento de um paredão de pedras no lago de Furnas, em Capitólio. O governo de Minas está presente desde os primeiros momentos através da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros”.

Ontem, a Marinha do Brasil informou, por meio de nota, que um inquérito será aberto para descobrir os motivos da tragédia.


Nota da Marinha

A Marinha do Brasil informa vai abrir um inquérito para apurar causas, circunstâncias do acidente.

A Marinha do Brasil informa que tomou conhecimento de um acidente, no fim da manhã de hoje, após deslizamento de rochedo atingir embarcações que navegavam a região dos cânions, em Capitólio-MG.

A DelFurnas deslocou, imediatamente, equipes de Busca e Salvamento (SAR) para o local, integrantes da Operação Verão ora em andamento, a fim de prestar o apoio necessário às tripulações envolvidas no acidente, no transporte de feridos para a Santa Casa de Capitólio, e no auxílio aos outros órgãos atuando no local.

(Diário do Poder)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More