DETETIVE PARTICULAR - NÃO FIQUE NA DÚVIDA! (88) 98120.0376

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Moradores da Cohab II reclamam de poluição causada por cerâmica; vídeo

Segundo os moradores, a fumaça e a poeira emitida pela queima nos fornos da empresa tem causado problemas respiratórios em crianças e idosos, além de sujar casas e roupas.
Um morador do bairro Cohab II, no grande Sinhá Saboia divulgou nas redes, na tarde dessa quarta-feira (5), a poluição causada pela fumaça da queima de tijolos da empresa Cerâmica Torres, localizada na Fazenda Várzea Grande no mesmo bairro. No vídeo, o morador chama a atenção das autoridades e diz que é falta de respeito com a população. “Fumaça da Cerâmica Torres toma de conta da Cohab II. Olá autoridades façam alguma coisa” apela o morador.

A dona de casa Luciene Maria que mora há mais 300 metros da fábrica disse que sua casa é atingida pela poeira que mancha roupas e móveis. “Tem dias que a gente fica com os olhos ardendo devido tanta fumaça. Além da fumaça cai uma poeira preta com óleo que suja a casa e as roupas estendidas. Meu netinho pegou alergia e nunca mais ficou bom, e é dessa fumaça”, disse Maria Luciene.

Dona Benedita Marques, moradora da rua Professor Oscar, há 20 anos, disse que idosos e criança sofrem com problemas respiratórios e que a poeira incomoda a todos. “Já foram feitos vários abaixo-assinados, mas nada foi resolvido. Essa fumaça dá até falta de ar na gente. Ninguém tem casa limpa e até as crianças quando vão brincar no chão parecem que estavam brincando nas cinzas de um roçado queimado, ficam todas sujas de um pó preto”, disse dona Benedita Marques.

A Autarquia Municipal do Meio Ambiente (AMMA) disse para o Portal Paraíso que está ciente da denúncia feita pelos moradores da Cohab II e que enviou uma equipe de técnicos para avaliar não somente o caso da Cerâmica Torres, como também de outras empresas. A AMMA informou ainda que assim que tiver o resultado da avaliação comunicará à imprensa.

O diretor geral da Cerâmica Torres, Fernando Ibiapina Cunha explicou para o Portal Paraíso que a empresa trabalha dentro dos padrões exigidos pelos órgãos fiscalizadores. “Fazemos tudo para evitar esse incômodo e gostaria de esclarecer a preocupação que a Cerâmica Torres tem ao longo dos anos com o meio ambiente em todos os aspectos. Especificamente no problema da fumaça, a empresa tem monitorado constantemente a queima nos fornos para evitar o problema. Isso ocorre normalmente na época do inverno quando a umidade do ar está muito grande e há poucos ventos. Com isso a, fumaça que deveria ser dissipada pelo vento, fica nos arredores da empresa e causa realmente esse incômodo às pessoas. Já estamos trabalhando para que isso não aconteça mais”, disse o diretor da Cerâmica Torres.
Por Edwalcyr Santos / Sistema Paraíso

2 comentários:

Eu tenho a solução!!
Desativar a fábrica na COHAB 2 e colocar a fábrica de vcs fora da zona urbana.
Resolvido o problema.....

Ora, a fábrica de cimento de Sobral joga no ar o pó de cimento pela chaminé que cai em seguida sobre as casas, carros, janelas, vidraças, jardins, nos bairros Ibiapina, Junco, Domingos Olímpio e outros tantos, provocando doenças nos moradores, e NUNCA as autoridades se importaram, vão agora se preocupar com a fumaça de uma cerâmica!

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More