sábado, 19 de fevereiro de 2022

Ida de Bolsonaro à Rússia faz Randolfe "ir chorar pro STF"

O senador Randolfe Rodrigues protocolou nesta sexta-feira (18/2) uma representação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo para que sejam apuradas as circunstâncias da viagem do presidente Jair Bolsonaro à Rússia. Ele sugere que a visita ao país pode ter ocorrido para buscar algum tipo de intervenção russa nas eleições deste ano.

Delírio

O senador cita acusações feitas pelos serviços de inteligência dos Estados Unidos de que o país de Putin teria tentado interferir nas eleições presidenciais de 2020 para favorecer o então presidente Donald Trump e questiona se o mesmo não poderia acontecer no Brasil.

Motivos da Ida

A comitiva do presidente foi em viagem tratar de temas como energia, defesa e agricultura. Também foram discutidas as relações político-econômicas e comerciais entre as duas nações, que são integrantes do Brics, grupo de países que reúne também China, África do Sul e Índia.

Por que a esquerda chora ?

O presidente Bolsonaro tem sido bem recepcionado e tratado pelo governo russo, ao contrário dos presidentes e ministros do bloco europeu que tem cosmovisão globalista e não nacionalista e não entendem que a intromissão da OTAN na Ucrânia representa um risco à Rússia.

Assim como acontece em relação ao líder brasileiro, um mesmo respeito mútuo foi mantido entre o ex-presidente Trump e Putin, que possuíam inimigos em comum: o globalismo.

A falta de sintonia entre Putin e Biden pode ser explicada porque o atual presidente norte-americano tem seguido a risca aos interesses dos democratas e da ‘comunidade global’, sendo visto com um líder sem autonomia, fraco e marionete.

Via Portal CM7

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More