quinta-feira, 24 de março de 2022

Assédio sexual em Escolas do Ceará

Com denúncias de assédio sexual, algumas escolas no Ceará têm aulas paralisadas com protestos por parte de alunos.

Algumas escolas no Ceará têm aulas paralisadas com protestos por parte de alunos.

Seis professores da rede estadual de ensino do Ceará foram afastados de suas funções pela Secretaria da Educação do Estado (Seduc), por suspeita de assédio sexual contra alunas. Os docentes atuavam em escolas profissionalizantes localizadas em Fortaleza e Pedra Branca, no Sertão Central, a 415 quilômetros da Capital.

Há um caso sob investigação na EEEP Lysia Pimentel, em Sobral, que também gerou protestos por parte dos estudantes, mães e pais de alunos.

No caso de Sobral, o professor foi encaminhado até a delegacia da mulher logo após os protestos feito por alunos, a polícia militar e o conselho tutelar esteve na escola para averiguar o caso e tomar as providências cabíveis.

(Sistema Paraíso)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More