sexta-feira, 11 de março de 2022

Nuvem de areia do deserto do Saara deve chegar ao Brasil nos próximos dias

Uma nuvem vinda do deserto do Saara está se aproximando do Brasil, segundo indicadores meteorológicos. A Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (NOAA) informou que utilizou sensores a bordo de dois satélites, que registraram um material particulado na atmosfera sobre o Oceano Atlântico, perto da costa do nordeste brasileiro, no domingo (6).

O recorrente fenômeno foi denominado como “nuvem de poeira Godzilla”, por conta de sua dimensão. O vento massivo carregado de areia deve chegar a áreas continentais da América do Sul e do Caribe nos próximos dias, segundo projeções divulgadas pelo Serviço de Monitoramento Atmosférico Copernicus da União Europeia (UE).

Segundo o portal Uol, as nuvens de areia do Saara se deslocam através do Oceano Atlântico pelo lado da África, um fenômeno que, quase sempre, ocorre durante o período do fim da primavera ao início do outono no Hemisfério Norte. Se forem grandes o suficiente e o vento estiver a favor, a poeira pode viajar milhares de quilômetros.

Impactos climáticos temporários deverão ser causados por conta dessa viagem da massa de areia. O ar extremamente seco tende a inibir a formação de ciclones tropicais e até mesmo furacões, caso o clima de um determinado local atingido esteja quente e úmido.

Um estudo da Nasa mostra que a nuvem de poeira do Saara é benéfica para a floresta Amazônica. Os componentes entre as partículas de areia abastecem muitas espécies da flora local, e consequentemente, contribuem para melhores condições de vida da fauna.

Estima-se que a poeira levantada seja oriunda da Depressão de Bodélé, um antigo leito de lago localizado Chade, formado por minerais rochosos compostos de microorganismos mortos, mas repleto de fósforo. O levantamento aponta que 22 toneladas do elemento chegam à Amazônia todos os anos.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More