sexta-feira, 20 de maio de 2022

PF deflagra operação contra corrupção envolvendo juízes federais, advogados e servidores

A Polícia Federal (PF) deflagrou a operação Skiagraphia na manhã desta sexta-feira, 20. O objetivo, segundo a PF, é desmantelar um esquema de corrupção com indícios de atuação de juízes federais, advogados, empresários e servidores públicos em Fortaleza.

Noventa policiais federais cumprem 19 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em domicílios investigados nas cidades de Fortaleza (CE), Brasília (DF), São Paulo (SP), Recife (PE) e Dourados (MS). As buscas têm como objetivo apreender documentos e mídias para instrução de inquérito policial para definir a atuação individual dos suspeitos nos crimes investigados.

Quatro anos de investigação

As investigações tiveram início em 2019, a partir de notícia da Procuradoria da Fazenda Nacional e apontaram indícios de participação de magistrados, advogados e empresários devedores do Fisco Federal em ações em curso na Justiça Federal entre os anos de 2012 a 2016. Conforme a PF, as ações "resultaram em prejuízo bilionário aos cofres da União".

"Foram investigadas suspeitas de ilicitudes na condução de processos de execuções fiscais dos grandes devedores da União; vínculos suspeitos entre magistrados e advogados; fluxo financeiro suspeito; falsificação documental com simulação de intimações da União, com prejuízo à Fazenda Nacional em benefício de empresários", detalha nota da Polícia Federal.

Os investigados poderão responder inquérito policial por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. As penas podem ser de até 42 anos de prisão. As investigações continuam, com análise do material apreendido.

Operação Skiagraphia

O nome da operação remete à técnica de pintura “shadow painting”, em que se busca dar a ilusão de profundidade pelo contraste entre sombra e luz. Com isso, os investigados simulavam estar à luz do caminho público, mas na verdade se encontravam às sombras da lei. Será concedida entrevista às 10h30, na sede da Superintendência Regional da Polícia Federal, no bairro de Fátima, em Fortaleza/CE.

(O Povo)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente esta matéria

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More